Em carta, empresários do Ceará e mais dois estados pedem volta do horário de verão - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Breaking

02/07/2021

Em carta, empresários do Ceará e mais dois estados pedem volta do horário de verão


Horário de verão adiantava os relógios em uma hora com o objetivo de economizar energia em regiões como São Paulo e Rio de Janeiro. Ceará não era incluso na mudança, encerrada em 2019 por Bolsonaro (Foto: JL Rosa)
Horário de verão adiantava os relógios em uma hora com o objetivo de economizar energia em regiões como São Paulo e Rio de Janeiro. Ceará não era incluso na mudança, encerrada em 2019 por Bolsonaro (Foto: JL Rosa)

Entidades do setor de turismo e de restaurantes de três estados enviaram um documento ao presidente Jair Bolsonaro e para o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, solicitando o retorno do horário de verão ainda em 2021. País passa por debates sobre crise hídrica e risco de racionamento de energia.

Segundo a carta, a lógica é que, quando os relógios de algumas regiões são adiantados em uma hora, “as atividades ligadas ao turismo contam com uma hora a mais ainda durante o dia para receber turistas e clientes tradicionais”. O documento entregue ao presidente também considera que o horário diferenciado não gera grandes reduções no consumo de energia elétrica, mas estimula a adoção de novos hábitos de consumo e reflete positivamente para os estabelecimentos.

Para Paulo Solmucci, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) - uma das entidades que assina a carta -, a mudança poderia favorecer o setor produtivo do País e ajudar na retomada econômica. 

 "Enxergamos ser uma equação ganha, alinhada com a situação. Estamos vivendo um momento duro na pandemia quanto também um momento perigoso da falta de energia. Participar desse movimento é favorável para a sociedade e para socorremos o setor de turismo e o setor de alimentação fora do lar", detalha Paulo.

Assinam o documento os dirigentes da Federação das Empresas de Hospedagem, Gastronomia, Entretenimento, Lazer e Similares do Estado do Paraná (Feturismo), a Federação Baiana de Turismo e Hospitalidade do Estado da Bahia (FeTur-BA), a Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de Santa Catarina (Fhoresc), a Federação de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares do Estado de São Paulo (Fhoresp) e a Abrasel. 

Ainda de acordo com a recomendação, o atual cenário dos reservatórios de hidrelétricas do País vem alarmando a sociedade e o Governo Federal. “Isso impacta não só no consumo, já que o racionamento se faz mais do que urgente, como também no bolso, visto que a conta de energia deve subir”, escrevem na carta os membros do setor do turismo, composto por hotéis, bares, restaurantes, cadeia produtiva de eventos.

O horário de verão foi abolido em abril de 2019, por decreto de Bolsonaro.

Com informações do Correio 24h

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.