Profissionais de saúde de Altaneira reclamam da falta de máscaras cirúrgicas

 









Ilustrativa

Os profissionais de saúde do município de Altaneira estão sem máscaras cirúrgicas descartáveis (N95) há quase um mês. A reclamação é de uma servidora da secretária da Saúde da cidade. De acordo com a profissional, que prefere não se identificar, a secretaria não disponibiliza da forma correta as máscaras.

“Temos que levar de casa as máscaras e quando o município dispõe dela é para utilizar durante as 8h de trabalho, mas o Ministério da Saúde preconiza a troca de máscara de 2h em 2h, no máximo a troca tem que ser de 4h em 4h e eles só disponibilizam a troca depois de 15 dias”, revelou a profissional.

Ainda segundo ela, a farmácia do município não tem a máscara N95 no estoque, o hospital também já enfrenta a mesma dificuldade. Ela afirma ainda que o secretário ignora o pedido dos profissionais da saúde.

Recentemente o Sesi doou máscaras para o município, mas essas máscaras são para a população. Para serem disponibilizadas para o povo em eventos. Não servem para o pessoal da saúde que trabalha na linha de frente no combate a Covid-19.

“A situação está insustentável e nós temos que comprar as máscaras para poder trabalhar", finaliza a denunciante pedindo que a gestão resolva a situação.

As reportagens do site Miséria e Blog do Boa entraram em contato com o secretario da saúde de Altaneira, mas as ligações não foram atendidas e as mensagens, via WhatsApp, não foram respondidas. 


    Blog do Boa 

Postar um comentário

0 Comentários