Projeto foi criado no ano de 2008 e é desenvolvido deste então
Nos plantios de tomate e outras hortaliças, a irrigação é por gotejamento. Foto: Ematerce Lavras


O escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará – Ematerce – de Lavras da Mangabeira-CE,  a Secretaria do Desenvolvimento Agrário/ Codaf,em 2008, elaboraram e implantaram um amplo projeto de investimento para a comunidade de Oitis, distrito de Mangabeira, atendendo aos anseios de famílias que residem na localidade.  O empreendimento, ainda hoje, contribui, substancialmente, para despertar, motivar e orientar práticas de transição agroecológicas, na produção de olerícolas e fruteiras, com o uso de sistemas de irrigação por microaspersão e gotejamento.

A produção agrícola, inicialmente, previu, no projeto, uma renda mensal de 1,1 salários-mínimos, por mês, para as famílias dos agricultores familiares José Henrique Pessoa e Cícero Henrique Pessoa Neto. Atualmente, é de 1,5 salários-mínimos. O sítio Oitis, localizado no distrito de Mangabeira, a 22 quilômetros da sede municipal, em estrada asfaltada, tem uma área de 8,8 hectares. O projeto, elaborado por técnicos da Secretaria do Desenvolvimento Agrário – SDA – Coordenadoria de Desenvolvimento da Agricultura Familiar – Codaf – e com acompanhamento técnico da Ematerce, escritório de Lavras da Mangabeira-CE, contemplou 0,5 hectare, com irrigação, e telas para plantio protegido e custeio para o plantio de frutas e hortaliças.

O projeto inicial, em 2008, elaborado pelo técnico da SDA/Codaf, Elivan Barreto, no valor de R$ 45.000,00, financiado pelo Fundo Estadual de Desenvolvimento da Agricultura Familiar – Fedaf – e repassado pelo Banco do Nordeste do Brasil – BNB -, recebeu um aditivo financeiro, em 2014, no valor de R$ 70.865,34, para ampliação do sistema de irrigação e telado, para plantio protegido de hortaliças (841 metros quadrados). A produção é entregue ao Programa de Aquisição de Alimentos –PAA – e ao Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE – com valores de R$ 11.520,00 e R$1.300,00 respectivamente, referentes à 2.900 quilos anuais de tomate, quiabo, pimentão e mamão, além do fornecimento sistemático a 25 famílias das comunidades Oitis, Flores e Carnaubinha. O excedente é vendido no distrito de Mangabeira e na sede do município.

Com informações da Ematerce 

JC 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib