Em sessão extraordinária realizada às 16 horas desta sexta-feira, (31),no poder legislativo Municipal  tomou posse no cargo de prefeito municipal de Antonina do Norte o vereador Orlando de Oliveira Morais (PSD),  conhecido por ‘Orlando Rufino’ que respondia pela presidência da Casa do Legislativa, em substituição ao prefeito Evandro Arrais, que se encontra afastado por 180 dias, conforme decisão judicial. Vale lembrar que o presidente do Legislativo chegou ao Paço da Prefeitura, porque o vice-prefeito Eron Matos, faleceu no início da gestão.  
Em obediência a Lei Orgânica, a solenidade teve início com Orlando Rufino transmitindo a presidência daquele Poder à vereadora Maria Salete Sousa Batista, (PDT),  que na condição de vice-presidente, era a sucessora direta. Depois de investida na função, Maria Salete fez a leitura do termo de posse para confirmar Orlando Rufino como o novo prefeito. Na mesma ocasião tomou posse como vereador o advogado Alexandre Arrais, (PSD),  para ocupar a cadeira que ficara vaga com a saída de Orlando.
O Blog do Amaury Alencar  acompanhou a solenidade e depois conversou com o prefeito empossado.
- Como o senhor recebe a tarefa de administrar o Município?
- Prefeito Orlando – O momento não é para comemorar e sim, refletir e agir no sentido de amenizar um pouco os efeitos negativos, que infelizmente, acontecem nesta troca de comando, que vai atingir diretamente ao cidadão antoninense.  Veja Amaury, que o nosso Município, assim como os demais de Brasil e do mundo,  já vem sofrendo a crise pandêmica trazida pela COVID – 19, que mudou tudo e nos trouxe grandes incertezas. Agora, peço a Deus sabedoria para vencer a este desafio que parou em minhas mãos e que enfrento corajosamente, porque o dever me chama e como soldado do povo, não fujo da batalha. O povo me escolheu para lutar por ele. No entanto, é preciso saber que nenhum governante consegue administrar sozinho, principalmente em um momento como este. Quero ouvir os vereadores, pois, todos além de serem meus amigos, lutam por uma Antonina sempre melhor. Quero ouvir a população e a ela também pedir a colaboração, porque todas as ações do momento são voltadas para buscar a normalidade da Gestão,  principalmente em um Município carente como o nosso, onde a  maioria da população depende dos seus serviços.
- Haverá mudanças no secretariado?
Orlando – Jamais. Tirar um secretário é desequilibrar a Gestão. Muito pelo contrário. É com eles que vou governar. A minha a partir de segunda-feira quero receber de cada um com as informações completas das suas secretarias. Por outro lado, não vejo motivos para mudar ninguém. São pessoas responsáveis, trabalhadoras e querem o bem para o nosso Município.
- O senhor vai ao Governo levando algumas demandas?
- Vou. Já tenho algumas em vista. Mas vou conversar primeiros com os secretários. Até porque eles também irão me passar os projetos que estão em andamento tanto aqui no Ceará como em Brasília. Eu sei que o governador e o presidente estão preocupados com a pandemia. E como falei, os secretários irão me informar sobre isso. Inclusive se vai precisar de correr atas de recursos para combater a COVID – 19, além de outros projetos estruturantes que possam possibilitar o desenvolvimento do Município, finalizou o Gestor.
         


                  Jornalista Amaury Alencar


Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib