O gerente de uma empresa de informática foi autuado, na segunda-feira, 23, no bairro Pedras, em Fortaleza, depois de descumprir o decreto emitido pelo governador Camilo Santana para conter o coronavírus.

Galpão de empresa de informática fazia distribuição de mercadorias, mesmo com a proibição decretada. Funcionários também estavam trabalhando no local. O gerente financeiro da empresa foi encaminhado ao 30º DP foi encaminhado para prestar esclarecimentos. Foi lavrado um Termo Circunstânciado de Ocorrência (TCO) por infringir determinação do Poder Público destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa.

O ofício expedido à Procuradoria Geral do Estado (PGE) deve averiguar se haverá a aplicação de multa de R$ 50 mil prevista no decreto governamental. Ainda foi remetido documento oficial ao Ministério da Economia/Superintendência Regional Trabalho (SRT) para averiguação de violência contra pessoas socialmente vulneráveis e exposição de risco à saúde, referente aos funcionários da empresa.

Com informações da Polícia Civil do Ceará
Postagem Anterior Próxima Postagem