O início do ano legislativo de 2020 é de transtornos e contratempos para o deputado federal Mano Júnior, do PL,  que está sendo cobrado pela  Justiça a pagar uma conta de 187 mil e 118 reais correspondente à compra de um veículo, modelo Hylux, financiado pelo Banco do Brasil.

A juíza  da 1ª Vara da Comarca de Nova Russas, na Região dos Sertões de Cratéus,  Rafaela Benevides Caracas Pequeno, determina que em razão da mora, ou seja, da dívida, devidamente comprovada, MANDA a qualquer Oficial de Justiça de sua jurisdição que, em cumprimento ao presente, expedido nos autos da ação em epígrafe, proceda à BUSCA E APREENSÃO do veículo SRX 4X4, que se  encontra em poder de Antonio Luiz Rodrigues Mano Junior, ou de quem quer que esteja, no endereço acima ou onde se encontrar o bem, depositando-o em mã os da pe ssoa indicada pelo promovente.

Mano Júnior tem 15 dias, de acordo com a decisão judicial, a partir da liminar concedida para apreensão do veículo, para contestar a ação. A juíza determinou, ainda, que Mano Júnior terá cinco dias, a partir da apreensão do veículo, para pagar o valor integral da dívida de 187 mil e 118 reais. O deputado federal Mano Júnior, que, hoje, retoma atividades na Câmara Federal, com o fim do recesso parlamentar, não se manifestou sobre a decisão judicial que o obriga a pagar a dívida referente ao carro financiado pelo Banco do Brasil.


Ceará agora 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib