Últimas Notícias

Aliados ficam na expectativa sobre julgamento do pedido de cassação de mandatos de membros da família Noronha

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) adiou, por duas vezes, na semana passada, o julgamento das ações por abuso do poder econômico contra o deputado federal Genecias Noronha, do Solidariedade, nas eleições de 2018.


 


O pedido de cassação de mandatos e suspensão de direitos envolve, além de Genecias, a deputada estadual Aderlânia Noronha, o prefeito de Parambu, Raimundo Noronha Filho, e o vice- prefeito do Município, Luiz Noronha Júnior.

O julgamento estava na pauta do Tribunal Regional Eleitoral de terça e sexta-feira, mas, em ambas as sessões, foi retirado do Plenário. Os aliados de Genecias e Aderlânia, como acontece, aqui, na cidade de Russas, na Região do Vale do Jaguaribe, estão na expectativa sobre a decisão do TRE.

 O julgamento parcial aponta que o grupo familiar de Genecias, que, atualmente, tem mandatos, apresenta uma placar de três votos a um pela cassação de mandatos e suspenso dos direitos políticos. A expectativa é que o
julgamento seja retomado nessa terça-feira.


Se o juiz José Vidal apresentar voto favorável à cassação, Genecias, Aderlânia, Raimundo Noronha e Júnior Noronha serão derrotados no Tribunal Regional Eleitoral, mas poderão recorrer ao TSE para manter os mandatos e os direitos políticos. Genecias tenta provar inocência nas denúncias de abuso do poder econômico feitas pelo Ministério Público Eleitoral


Ceará agora