Homem de 31 anos sofre tentativa de homicídio a faca em Potengi e outro de 35 à bala em Várzea Alegre

Samu - Foto Divulgação 800x600



DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Redação – Foto: Arquivo/ Caririceara.com


Dois crimes de tentativa de homicídio foram registrados no cariri nesta quarta-feira (04). A primeira ocorrência aconteceu em Potengi onde por volta de 01h30min, deu entrada no Hospital Municipal e, em seguida transferido para o Hospital Regional do Cariri, vítima de lesão corporal à faca o agricultor, José Itamar Alves do Nascimento, que no próximo 17 estará completando 32 anos de idade, residente no Sítio Morro da Palha, no municipio Assaré-CE.

A polícia apurou junto a esposa de José Itamar, a dona de casa Luiza Daiane Batista Ribeiro, que ele estava com a mesma no interior do Mercado Público, perto de um Evento Festivo de Emancipação Política que acontecia na Praça da Igreja Matriz, localizada no Centro de Potengi-CE, momento em que chegou um indivíduo conhecido apenas por “Dedinha Filho de Lena”, posteriormente identificado como Eder Cavalcante Salvador, 25 anos, que mora na Vila Central, 582, Potengi-CE, e desferiu um golpe de faca próximo ao peito esquerdo da vítima para depois fugir tomando destino ignorado. A mulher afirmou desconhecer a motivação para o crime. Diligências estão sendo realizadas com intuito de localizar e prender o infrator foragido.

Cerca de doze horas em Várzea Alegre, um rapaz que segundo a polícia o mesmo já possui diversas passagens policiais de nome, Hélio Bezerra da Silva, 35 anos, conhecido, por “Helinho Tatuagem” ficou gravemente ferido ao ser atingido com um tiro um dos dedos da mão esquerda e o outro na altura do pescoço. Ele foi socorrido pelo SAMU para o hospital São Raimundo Nonato e, por conta da gravidade do ferimento, precisou ser transferido para o Hospital Regional do Cariri em Juazeiro do Norte.

Segundo informações chegadas a polícia, dois indivíduos desconhecidos chegaram à residência da vítima na rua Figueiredo Correia, 93 no Centro da cidade, próximo ao DEMUTRAN invadiram o imóvel e sem qualquer discussão cometeram a ação criminosa para depois empreenderem fuga para lugar ignorado. Diligências foram efetuadas pela Polícia Militar no intuito de identificar e prender os suspeitos, mas em, contudo lograr êxito.