Justiça Federal do Ceará dá cinco dias para AGU justificar motociata de Bolsonaro - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Breaking


09/07/2021

Justiça Federal do Ceará dá cinco dias para AGU justificar motociata de Bolsonaro

 

Justiça do Ceará dá cinco dias para AGU justificar motociata de Bolsonaro (Foto: Alan Santos/Fickr do Palácio do Planalto)
Justiça do Ceará dá cinco dias para AGU justificar motociata de Bolsonaro (Foto: Alan Santos/Fickr do Palácio do Planalto)

A Justiça Federal do Ceará deu prazo até a próxima sexta-feira, 16, para que a Advocacia-Geral da União (AGU) se manifeste sobre processo que busca impedir a realização de motociatas pelo presidente Jair Bolsonaro no estado. A decisão atende ao pedido do deputado federal Célio Studart (PV-CE).

"Considerando que a demanda envolve controle de ato praticado pelo Presidente da República, a
prudência recomenda que se ouça previamente a Advocacia-Geral da União, em cinco dias, para
se manifestar sobre o pedido liminar, inclusive para dizer se, porventura, pretensão equivalente
já foi veiculada em ação anterior, a ensejar eventual redistribuição por prevenção", diz o juiz Leonardo Resende Martins.

A peça apresenta pelo deputado se baseia em dados e registros fotográficos da participação de Bolsonaro em atos de apoio realizados no Rio de Janeiro e São Paulo. Nesta quinta-feira, o presidente diz que pensa em realizar outra motociata no Dia da Independência do Brasil, celebrado em 7 de setembro.

O deputado cearense, autor do pedido, questiona os gastos com mobilização de órgãos de estado e recursos do erário para custear a operação das manifestações que denomina como sendo "de cunho político-eleitorais." Segundo Célio, os atos "apresentaram graves violações de medidas sanitárias e de distanciamento". 

“Os eventos realizados em São Paulo e Rio de Janeiro, apresentaram graves violações de medidas sanitárias e de distanciamento. Não podemos deixar que isto ocorra também em Fortaleza ou outras cidades do nosso estado. As taxas de ocupação de leitos ainda são altas e as taxas de contaminação ainda não estão controladas”, afirma o parlamentar.

                    O POVO 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.