Governo do Ceará realiza formação do Padin com foco no desenvolvimento infantil e vínculos familiares

 




WhatsApp Image 2021-04-05 at 16.01.39.jpeg


Agentes de desenvolvimento infantil (ADIs) e supervisores do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Infantil (Padin), do Governo do Ceará, participaram nesta segunda-feira (5) de formação inicial promovida pela Secretaria da Educação do Estado. A abertura do evento virtual contou com as participações da primeira-dama do Ceará e presidente do Comitê Consultivo Intersetorial das Políticas de Desenvolvimento Infantil do Estado (CPDI), Onélia Santana; e da secretária da Educação do Ceará, Eliana Estrela. A capacitação segue até 9 de abril para aprofundar os conhecimentos dos supervisores e agentes do desenvolvimento infantil sobre a relação família e criança, a aprendizagem e o desenvolvimento infantil.

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, apresentou o Programa Mais Infância Ceará para supervisores, agentes de desenvolvimento infantil, articuladores regionais e profissionais das Credes e ressaltou a importância do Padin, que faz parte do Mais Infância Ceará, para o desenvolvimento das crianças cearenses e no fortalecimento de vínculos familiares. “O Padin é um tesouro. O Estado tem esse tesouro. Não tem como trabalhar desenvolvimento infantil se não trabalharmos a família. A família é todo o contexto que a criança está vivendo e ela precisa estar em um ambiente saudável e tranquilo. Um ambiente com estímulos positivos. É o carinho, é a atenção, é o respeito pela criança. Que a criança entenda que ela é importante pra esse meio familiar. Como vamos fazer isso? Formando, capacitando, acompanhando essas famílias”, destacou. 

WhatsApp Image 2021-04-05 at 15.59.35.jpeg


A secretária Eliana ressalta que uma rede importante foi construída dentro da Educação. “A educação infantil tem quer ser cuidada e educada. Nós começamos com o Mais Infância, trabalhamos o Mais Paic, olhamos pro Ensino Médio e estamos fazendo que os nossos jovens ingressem na universidade.  A nossa rede é essa de educação. Nós precisamos começar a olhar lá pra infância, onde as crianças estão construindo seu conhecimento por meio da interação com o outro, do lúdico, com o professor, com a professora, o vínculo afetivo com a família, as competências socioemocionais sendo bem desenvolvidas. Então, tudo isso faz parte do contexto da educação e vocês têm o papel fundamental”, evidenciou a secretária, direcionando as palavras aos profissionais do Padin. 

WhatsApp Image 2021-04-05 at 16.01.13.jpeg


Cronograma de formações

O debate foi mediado pela coordenadora de Educação e Promoção Social da Seduc, Oderlânia Leite; e pelo orientador da Célula de Integração Escola, Família, Comunidade e Rede de Proteção da secretaria, Daniel Marinho. “A gente sabe da importância da visitação familiar na vida dessas famílias. Nós vamos ter uma formação para o Padin. Estamos trabalhando nessa formação com 49 supervisores e hoje o programa abrange 48 municípios. Nós temos mais de 400 ADIs distribuídos nesses municípios. É um programa importante, também complexo. Trabalhar com a infância a gente sabe das especificidades, da especialidade que é trabalhar com essa temática. Essa formação é ampla, porque é a primeira formação dentro do nosso projeto. São quatro formações no ano”, disse Oderlânia.

Postar um comentário

0 Comentários