MC Alexandre Fabuloso preso no Rio de Janeiro por promover organização criminosa no Ceará  (Foto: REPRODUÇÃO INSTAGRAM)
MC Alexandre Fabuloso preso no Rio de Janeiro por promover organização criminosa no Ceará (Foto: REPRODUÇÃO INSTAGRAM)

O funkeiro Alexandre Magno Rodrigues Vieira, conhecido como MC Alexandre Fabuloso, foi preso na madrugada deste domingo, 1º, em uma ação da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), com o apoio operacional da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) e da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O cantor e produtor cultural é suspeito de promover e enaltecer uma organização criminosa do Ceará e tinha um mandado de prisão preventiva contra ele em aberto.

O MC estava indo para Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira, onde faria um show, quando foi interceptado na BR-040, na Baixada Fluminense, cidade de Magé. O mandado foi expedido pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas do Tribunal de Justiça do Ceará, após o suspeito proferir e divulgar “salves” de membros de uma organização criminosa, ao mesmo tempo que os instigava para prática de homicídios contra membros de grupos rivais.



Segundo a Polícia Civil do Ceará, estão sendo providenciado a transferência do preso para o Ceará, o que deverá ocorrer nos próximos dias, para que ele seja ouvido.

Envolvimento com facção criminosa

A prisão do funkeiro partiu de vídeos divulgados em rede social. Em um deles, o funkeiro envia um salve para Francisco Cilas de Moura Araújo (44),  conhecido como “Mago”. Capturado no dia 7 de julho deste ano, no Piauí, o homem era chefe de uma facção criminosa de Caucaia e um dos homens mais procurados do Estado.  Além de chefiar a organização, ele tinha mandados por ser mandante de, pelo menos, sete homicídios e por tráfico de drogas, associação para o tráfico, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo.

Segundo o delegado adjunto da Draco/PCCE, Alceu Viana, a prisão é importante porque o funkeiro estaria influenciando seu público e exaltando o crime. No momento em que um indivíduo desses, que tem uma legião de seguidores, enaltecendo ações violentas e fala de munição, armas e tropas, ele contribui muito para o crescimento da violência”, afirmou. De acordo com ele, seria um "golpe" na glamoziração da atuação de jovens no crime e nas organizações criminosas.  


Fonte : O Povo 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib