Pesquisas apontam que um dos deputados, Roberto Pessoa ou Júlio César Filho, deve ser eleito prefeito de Maracanaú. Foto: Divulgação.

A depender do resultado das eleições deste domingo (15), a composição das principais casas legislativas do Ceará tende a passar por mudanças a partir da próxima Legislatura. Isso porque, além das alterações que devem acontecer nos quadros da Câmara Municipal de Fortaleza, deputados estaduais e federais disputam vaga em prefeituras do Estado, o que também poderá modificar os assentos na Assembleia Legislativa e na bancada do Ceará na Câmara Federal.

Somente em Fortaleza, dos dez candidatos a prefeito com registro de candidatura deferido, sete são parlamentares em exercício do mandato. Capitão Wagner (PROS), Célio Studart (PV), Luizianne Lins (PT) e Heitor Freire (SD) são deputados da Câmara Federal. Já Sarto (PDT), Heitor Férrer (SD) e Renato Roseno (PSOL) oriundos da Assembleia Legislativa.

As pesquisas de intenção de voto indicam Capitão Wagner, Sarto e Luizianne Lins entre as três primeiras colocações. De acordo com as amostragens, a possibilidade de segundo turno na Capital cearense é grande, podendo o próximo prefeito ser um membro da Câmara Federal ou da Assembleia Legislativa.

Em Caucaia, cidade vizinha de Fortaleza, dois deputados estaduais se encontram na disputa. São eles: Vitor Valim (PROS) e Elmano de Freitas (PT). O candidato republicano aparece melhor posicionado na última pesquisa feita, logo atrás do atual prefeito, Naumi Amorim (PSD), também oriundo da Assembleia Legislativa. Havendo segundo turno, a possibilidade é de disputa entre Amorim e Valim.

Em Maracanaú, também na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), a principal disputa é entre o deputado federal licenciado Roberto Pessoa, do PSDB, e o deputado estadual Júlio César Filho, do Cidadania. As pesquisas apontam vitória do postulante tucano, o que alteraria a composição da bancada do Ceará na Câmara Federal.

Em Iguatu, as pesquisas apontam vantagem do deputado estadual Agenor Neto (MDB). Em se confirmando a vitória do emedebista, abriria uma vaga na Assembleia Legislativa para o suplente da coligação formada em 2018. Marcos Sobreira (PDT) era outro que estava na disputa, mas recentemente renunciou à candidatura.

Outro deputado na disputa deste ano, este em Aquiraz, é Bruno Gonçalves (PL). Em Juazeiro do Norte, o deputado Nelinho (PSDB) disputa a prefeitura desse município caririense.


 Blog do Edison Silva 

Deputado Nezinho Farias (PDT) é, mais uma vez, candidato em Horizonte. Caso o pedetista se consagre vitorioso, abre-se uma vaga para um suplente na Casa Legislativa. No município de Tauá, na Região do Inhamuns, a deputada Patrícia Aguiar (PSD) também tenta retornar ao comando da prefeitura.

Vice

O deputado estadual Walter Cavalcante (MDB) é candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada por Heitor Férrer (SD). Segundo as pesquisas, com poucas chances de vitória. Já o suplente de deputado Tadeu Oliveira (PSB) postula o cargo de vice ao lado de Júlio César Filho (Cidadania) em Maracanaú.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib