No fim da tarde de ontem, 5, após pedido de impugnação do Ministério Público, o juiz da 55ª Zona Eleitoral de Solonópole decidiu pela impugnação do registro da candidatura de Júlia Neide Pinheiro Nogueira, candidata à prefeita pela oposição.

Esposa do ex-prefeito Valterno Pinheiro, ela teve suas contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas do Estado, em 2014, pelo período em que atuou como gestora dos recursos do Fundo Nacional de Saúde (FNS), na gestão do então prefeito, em 2011. Segundo a decisão, a desaprovação das contas a torna inelegível até 2022. Em nota publicada nas redes sociais, a candidata informou que deverá recorrer da decisão.

A oposição de Solonópole, há oito anos sem mandato majoritário, encontra-se em um cenário político desfavorável, tendo em vista que seus principais representantes estão inelegíveis.  


Roberto Moreira 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib