O Governo do Ceará, por meio da Secretaria da Educação (Seduc), vem buscando garantir o direito à alimentação a todos os alunos da rede pública estadual, mesmo em tempos de distanciamento social, quando as atividades presenciais estão suspensas nas unidade de ensino. Na última segunda-feira (5), teve início a distribuição de kits contendo gêneros alimentícios da cesta básica em escolas de todo o Ceará. O investimento na ação é de R$ 16,5 milhões, provenientes do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e do Tesouro Estadual.

Em abril deste ano, no período mais sensível da pandemia, a Seduc distribuiu cartões vale-alimentação a todos os 423 mil alunos da rede estadual. A iniciativa contou com aporte financeiro de R$ 33,8 milhões do Tesouro Estadual, promovendo um auxílio de R$ 80,00 a cada estudante. Somando a primeira entrega de recursos com a atual, chega-se ao total investido de R$ 50,3 milhões.

A estratégia de entrega dos kits prevê o contato mínimo entre as pessoas e a utilização de um espaço amplo e arejado na escola. Foi definido um cronograma indicando o momento de cada um ser atendido, de forma a evitar aglomerações. Os responsáveis pelo recebimento dos kits obedecerão distanciamento de 2 metros das outras pessoas e todos devem estar usando máscaras.

O kit que cada aluno receberá é composto por itens básicos e da agricultura familiar, como arroz, feijão, macarrão, farinha de mandioca, açúcar, ovos e polpa de fruta.

Os cuidados com a higiene pessoal, do ambiente e dos alimentos foram intensificados, por parte dos fornecedores e das escolas, proporcionando a oferta de uma alimentação segura e saudável. Ainda assim, recomenda-se que os beneficiários higienizem os produtos antes de consumi-los.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib