O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro homenagearam hoje o músico Francisco Ferreira Lima, conhecido como Pinto do Acordeon, que morreu em julho deste ano, aos 72 anos, vítima de câncer. (Foto: Carolina Antunes/PR)
O presidente Jair Bolsonaro e a primeira-dama Michelle Bolsonaro homenagearam hoje o músico Francisco Ferreira Lima, conhecido como Pinto do Acordeon, que morreu em julho deste ano, aos 72 anos, vítima de câncer. (Foto: Carolina Antunes/PR)

 

Após passar por uma cirurgia para retirada de cálculo da bexiga, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está bem, segundo informações que o hospital Hospital Albert Einstein deu ao portal G1. Ele retirou a pedra na bexiga na manhã desta sexta, 25.

A cirurgia durou cerca de 1 hora de 30 minutos e o cálculo foi totalmente removido. De acordo com o hospital, Bolsonaro está "clinicamente estável, afebril e sem dor".

Ainda não foi informada a previsão de alta. Mas, em média, pacientes que são submetidos a esse tipo de procedimento costumam ficar internados por até 48 horas.

Ainda segundo G1, o boletim médico divulgado pelo hospital após o término da cirurgia explica que Bolsonaro "foi submetido à intervenção cirúrgica de Cistolitotripsia endoscópica para a retirada de cálculo da bexiga. Considerada de baixo risco, a cirurgia precisou de anestesia geral e foi realizada pelo médico urologista Leonardo Borges. Um cardiologista acompanhou o procedimento.

Em conversa com apoiadores na entrada do Palácio da Alvorada no último dia 1º, Bolsonaro disse que tem o cálculo há mais de cinco anos.

Segundo o presidente, a pedra estava na bexiga e era maior do que um grão de feijão.

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib