A Universidade Regional do Cariri (URCA), firmou nesta segunda-feira (10/02), através de um termo aditivo, o Convênio com o Hospital São Francisco, com o objetivo de implantar o Programa de atendimento educacional hospitalar e domiciliar.

A Classe Hospitalar é uma modalidade de atendimento prestada a crianças e adolescentes internados em hospitais, em casas de apoio, ou em tratamento domiciliar. Ela parte do reconhecimento que a enfermidade os afasta da rotina de uma escola, os priva da convivência em comunidade, e os submete ao risco de ter o seu processo de ensino e aprendizagem interrompidos.

O Reitor, Francisco do O’ de Lima Júnior, destacou a relevância do trabalho para a comunidade, e afirmou ser um programa importante para a extensão Universitária.

O Diretor do Hospital, Marcelo Vasconcelos, parabenizou a instituição pela iniciativa e se disponibilizou ajudar no que fosse possível, levantou o quanto tem sido positiva a presença da Escola Hospitalar para as crianças e adolescentes hospitalizados e comemorou a parceria.

A professora coordenadora do programa, Rosane Gueudeville do Departamento de Educação, afirmou que a garantia do atendimento pedagógico no âmbito hospitalar é um direito legal   assegurado não só pela Constituição Federal, como também pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional e reforçou que o termo aditivo formaliza a implantação da primeira Classe Hospitalar da região do Cariri.

A Escola Hospitalar SERELEPE iniciou suas atividades em maio de 2019, por meio do projeto de extensão: A escola vai ao hospital: possibilitando atendimento pedagógico-educacional às crianças hospitalizadas, contando com o apoio de três bolsistas voluntárias do curso da Pedagogia. Foram atendidas até a presente data aproximadamente 60 crianças e adolescentes e suas respectivas famílias.

Na ocasião, estiveram presentes o Vice-Reitor, Carlos Kleber e o Chefe de Gabinete, Edmar Sousa.

Postagem Anterior Próxima Postagem