Advertisement

Descaso: mais de 30 famílias estão sem energia elétrica há quase 48h na zona rural de Tauá


Clique para Ampliar

Moradores de 4 localidades do distrito de Carrapateiras, na zona rural do município de Tauá estão sem energia elétrica há quase 48h e denunciam o descaso da Empresa Enel.

O fornecimento de energia foi suspenso às 21:15h da última quarta-feira, 29, após uma pequena chuva de 5mm que deixou as comunidades de Fazendinha, Madeira Cortada, Califórnia e São Cristóvão no escuro.

Os consumidores ligaram para a Rádio Difusora dos Inhamuns na manhã desta sexta-feira, 31, revoltados com o desrespeito e a falta de compromisso da empresa no reestabelecimento do sistema de energia. "Foram muitas ligações no telefone 0800 e todas as previsões para a solução do problema falharam e continuamos prejudicados", disse uma moradora que ligou para a emissora.
Alimentos estragados foram para o lixo
Ao todo são mais de 30 famílias residentes nessas localidades que além de estarem às escuras, perderam todos os produtos e alimentos perecíveis, como frutas, verduras, carnes, leite, dentre outros, que sem refrigeração acabaram estragando e sendo jogados no lixo. Alguns afirmam que irão procurar os meios legais para serem ressarcidos dos prejuízos causados pela falta de energia.
O Blog do Wilrismar entrou em contato ainda pela manhã com o Escritório da Enel em Tauá e foi informado que a Central que coordena o atendimento de ocorrências agora funciona no município de Iguatu e apesar do reforço feito pelo pessoal da empresa, até o início da noite desta sexta-feira, 31, os moradores continuavam usando velas e lamparinas para amenizar a escuridão.
Esse não foi o primeiro caso registrado em Tauá e municípios da Região dos Inhamuns.
Há também reclamações sobre o reduzido número de equipes para atender uma área composta por 5 municípios e milhares de quilômetros de redes de energia.
Para apresentar denúncias direto à Agência Nacional de Energia Elétrica, Clique Aqui


Wilrismar Holanda