Últimas Notícias

URCA é a universidade pública com menor índice de abandono do país, diz estudo

A Universidade Regional do Cariri (URCA), que possui 26 cursos de nível superior em quatro campi e três unidades descentralizadas em toda a região, é atualmente a universidade brasileira com menor índice de abandono.

 

 É o que diz estudos da plataforma Quero Bolsa, que realiza inclusão de estudantes ao ensino superior, utilizando a base de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), referentes ao ano de 2017. Segundo a pesquisa, a taxa de abandono da URCA é de 4,47%.

Dentre as 25 universidades do país que menos tiveram evasão de alunos durante a pesquisa, a universidade caririense figurou o primeiro lugar, sendo que de cada 100 alunos matriculados, menos de cinco abandonam o curso antes de se formarem.

O índice das 25 universidades públicas com a menor taxa de evasão pode ser considerado muito bom se comparado à média nacional, que é de 24,58%. A plataforma analisou que, nacionalmente, a cada quatro estudantes que ingressam no Ensino Superior no Brasil, um não conclui o curso superior (ou 25 a cada 100 alunos), representando uma média de abandono de 24,58%.

Top 25 das universidades com menor evasão

Posição

Universidade

Taxa

UF

Universidade Regional do Cariri (Urca) 4,47% CE
Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir) 6,74% RO
Universidade Federal do Maranhão (UFMA) 6,90% MA
Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) 7,88% ES
Universidade de São Paulo (USP) 9,26% SP
Universidade de Campinas (Unicamp) 9,77% SP
Universidade Federal da Bahia (UFBA) 9,82% BA
Universidade Federal de São Carlos (Ufscar) 9,95% SP
Universidade Estadual de São Paulo (Unesp) 10,04% SP
10ª Universidade do Estado da Bahia (Uneb) 10,17% BA
11ª Universidade Estadual de Feira de Santana (Uefs) 10,31% BA
12ª Universidade Federal do Amazonas (Ufam) 10,81% AM
13ª Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) 11,30% PA
14ª Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) 11,37% BA
15ª Universidade Federal de Alfenas (Unifal) 11,55% MG
16ª Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) 11,96% MG
17ª Universidade Estadual do Maranhão (Uema) 12,70% MA
18ª Universidade Federal de Itajubá (Unifei) 12,85% MG
19ª Universidade do Estado do Pará (Uepa) 12,92% PA
20ª Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) 12,94% ES
21ª Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) 12,96% MG
22ª Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD) 12,98% MS
23ª Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) 13,03% PE
24ª Centro Federal de Educação Tecnológica (CEFET-RJ) 13,05% RJ
25ª Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) 13,20% SP
O segundo menor índice é da Fundação Universidade Federal de Rondônia (Unir), com uma taxa de 6,74%, seguida pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA), com a taxa de 6,90%, a terceira mais baixa do país. As duas universidades localizadas nas regiões Norte e Nordeste do país. As oito universidades melhor classificadas possuem índices abaixo de 10%, ou seja, entre 100 estudantes, menos de 10 abandonam a universidade antes da formatura.

Método

Foi levantado pela plataforma do Quero Bolsa alguns dados base do Inep em 2017, disponibilizados pelo próprio instituto em outubro de 2018. Dentre esses dados, foram separados na pesquisa o índice das universidades públicas e particulares, dados de alunos matriculados cursando e/ou desvinculados e o cálculo para taxa de abandono a seguir.
  • Taxa de Abandono = (Matrícula trancada + Desvinculado do curso) / (Matrícula trancada + Desvinculado do curso + Cursando + Transferido para outro curso da mesma IES + Formado + Falecido)

    Badalo