Advertisement

Longe de um acordo entre pré-candidatos, o PDT como partido dará palavra final em reunião do Diretório Estadual, dia 18

                           


No próximo dia 18, o PDT definirá o nome do partido que irá liderar a chapa para disputar o governo do Ceará. Será a homologação do processo definido pela Executiva do partido. A decisão foi acordada entre os pré-candidatos, com o aval do presidente do partido André Figueiredo. Todas as colocações e propostas deles estão sendo atendidas.   

A avaliação da reunião, quando a pesquisa contatada pelo partido foi entregue aos pré-candidatos, acabou definida em versões diferentes por Izolda e Roberto Cláudio. Para Izolda, comentando sobre definições, “o objetivo não era esse, não". Para Roberto Cláudio, “a ideia era a gente continuar celebrando nossa união". 

No encontro, ficou acertado não divulgar para a imprensa o resultado da pesquisa, após o encontro. Os números devem vazar por serem de conhecimento público, a partir do registro na justiça eleitoral. Poderiam ter aguardado um pouco mais, para divulgação, mas a divisão no partido levou à decisão de antecipar o resultado. 

O silêncio de vereadores, prefeitos e deputados sobre o desfecho do nome do PDT impressiona. Algo deu errado, na visão de todos, no entendimento entre PDT e PT, que contaminou todo o processo. Os principais líderes e pedetistas acreditam que, após anunciar o nome a liderar a chapa, todos estarão unidos. Algo já parece certo: o PDT e o PT vão se enfrentar.

                                  Roberto Moreira 

Postar um comentário

0 Comentários