Advertisement

Main Ad

Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor do MPCE encaminha pedidos de investigação às Promotorias de Justiça para apurar supostas manipulações de resultado de jogos











O promotor de Justiça e coordenador do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor (Nudtor) do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), Edvando França, encaminhou ofícios às Secretarias Executivas das Promotorias de Justiça do Crato, Caucaia e Barbalha pedindo a instauração de inquérito para investigar possíveis manipulações de resultados de jogos, em partidas válidas pelo Campeonato Cearense e pelo Campeonato Brasileiro de Futebol, em 2022 e 2021. Conforme o coordenador do Nudtor, o conteúdo dos documentos tem caráter sigiloso.

Crato

A Secretaria Executiva das Promotorias de Justiça do Crato foi informada acerca de notícias divulgadas na imprensa local de eventual manipulação de resultados das partidas do Campeonato Cearense, como a realizada no último dia 18 de janeiro de 2022, entre os clubes de Caucaia x Crato. Em razão da urgência do assunto e considerando que o Nudtor não é órgão de execução, o assunto foi submetido à consideração dos representes ministeriais daquela comarca para avaliação acerca da abertura ou não de investigação e a possível instauração de inquérito policial para apurar as supostas condutas criminosas dos envolvidos.

Caucaia

No caso de Caucaia, em ofício encaminhado à Secretaria Executiva das Promotorias de Justiça da Comarca, o Nudtor solicitou a investigação de eventual manipulação de resultados das partidas pela Série D do Campeonato Brasileiro, envolvendo o clube Caucaia, bem como notícias informais de que o vereador Neto do Planalto teria confirmado referido fato e que, supostamente, teria provocado o Ministério Público local para investigação. Tal matéria jornalística foi veiculada no dia 12 de agosto de 2021.

Barbalha

Edvando França também despachou outro ofício para a Secretaria Executiva das Promotorias de Justiça da Comarca de Barbalha solicitando a abertura de investigação sigilosa de denúncia veiculada em 11 de outubro de 2021, também sobre manipulação de resultados nos jogos futebolísticos do Campeonato Cearense. “Apesar das notícias informais do arquivamento das investigações em Barbalha, entendemos que há fatos novos que podem levar a continuidade das investigações”, afirmou o coordenador do Nudtor.

O próprio Tribunal de Justiça Desportiva do Ceará (TJD-CE) deflagrou os procedimentos para apurar as responsabilidades no âmbito administrativo de eventual participação de diretores de clubes. Sem prejuízos de outras providências, o Ministério Público está adotando todas as medidas administrativas e ou penais visando responsabilizar os envolvidos em crimes que vão de simples fraudes até formação de quadrilha. “As condutas não podem e nem devem ficar impunes e cabe à polícia apurar todas as circunstâncias desses crimes. O Futebol Cearense vive um momento de reconhecimento nacional e não pode ficar tisnado por criminosos inescrupulosos”, concluiu Edvando França.

Postar um comentário

0 Comentários