“Deveriam dizer a verdade”, diz Eunício sobre ataques de que teria impedido implantação da faculdade de Medicina em Quixeramobim - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Breaking

01/07/2021

“Deveriam dizer a verdade”, diz Eunício sobre ataques de que teria impedido implantação da faculdade de Medicina em Quixeramobim

 


O ex-senador Eunício Oliveira (MDB) afirmou nesta quarta-feira, 30, que a não implantação da faculdade de Medicina em Quixeramobim, no Sertão Central, há alguns anos, não foi responsabilidade sua, mas do município, em razão da Secretaria de Saúde local não avançar na documentação. A declaração foi feita durante entrevista ao programa Repórter Ceará, da Rádio Campo Maior AM 840.

“O fato é que alguns prefeitos e secretarias de Saúde não avançaram na documentação e, irresponsavelmente, das sete faculdades, nós perdemos três, entre elas, a de Quixeramobim. Quixadá chegou com a documentação na frente e aproveitou a oportunidade na época. A mesma coisa fez Canindé”, destacou Eunício.

Quando indagado sobre os ataques durante campanha de 2018 para o Senado, de que ele teria retirado Quixeramobim da lista de contemplados com a faculdade, o ex-senador enfatizou que sua origem é do interior do Ceará e questionou: “Como eu, que vim do interior e conheço o sofrimento do pai de família pobre, ia tirar uma faculdade de Medicina para uma cidade importante como Quixeramobim?”

Eunício ainda afirmou que o atual prefeito de Quixeramobim, Cirilo Pimenta (PDT), deveria “dizer a verdade”: “Quixeramobim chegou atrasado. A verdade é essa, assumam. A culpa não foi do senador Eunício Oliveira. É mentira, e eu desafio qualquer um a mostrar que tem uma palavra minha contra a faculdade de Medicina. O senhor Cirilo Pimenta deveria dizer a verdade. Prove, diga a verdade.”

Na época da discussão, Quixeramobim foi um dos municípios selecionados pelo Ministério da Saúde para receber a faculdade de Medicina. Na ocasião, a gestão tinha, à frente, Cirilo Pimenta.

“Eu tive diversas discussões dentro do Ministério [da Saúde] e até com o presidente da República [Michel Temer], que era do meu partido, sobre as faculdades”, enfatizou o emedebista, que comemorou o fato do governador Camilo Santana estender, agora, um campus da UECE para o município.

Do Repórter Ceará

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.