CPI: Palavra 'coronel' aparece 175 vezes em negociação suspeita de vacinas e nenhuma vez no caso da Pfizer - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Breaking

06/07/2021

CPI: Palavra 'coronel' aparece 175 vezes em negociação suspeita de vacinas e nenhuma vez no caso da Pfizer

 
Uma contagem simples mostra a encrenca que o Exército Brasileiro se meteu ao permitir que um general da ativa assumisse o Ministério da Saúde e militarizasse a pasta.

No depoimento do gerente-geral da Pfizer na América Latina, Carlos Murillo, prestado à CPI da Covid no dia 13 de maio, o depoente não faz menção a qualquer patente militar. As tentativas de comunicação da empresa com o governo foram feitas por canais oficiais. Não havia intermediários nem denúncias de sobrepreço ou propina.

A Pfizer foi boicotada pelo ministério militarizado. Não apareceu nenhum coronel para ajudar a agilizar as tratativas. Élcio Franco foi tratado pelo depoente como "senhor Élcio" ou "secretário-executivo".

g1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.