Saiba quem é Ricardo Nunes, vice de Covas que assume Prefeitura de São Paulo - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

16/05/2021

Saiba quem é Ricardo Nunes, vice de Covas que assume Prefeitura de São Paulo

 



Saiba quem é Ricardo Nunes, vice de Covas que assume Prefeitura de São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter)
Saiba quem é Ricardo Nunes, vice de Covas que assume Prefeitura de São Paulo (Foto: Reprodução/Twitter)

Com a morte de Bruno Covas na manhã deste domingo, 16, quem assume o comendo da cidade de São Paulo definitivamente é Ricardo Nunes (MDB). Até o ano de 2024, o vice-prefeito se torna o novo prefeito da cidade mais populosa do País.

Nunes estava no cargo interinamente desde o último 3 de maio após Covas se licenciar da prefeitura por 30 dias para se dedicar “integralmente” ao seu tratamento. Vereador por dois mandatos em São Paulo, antes de se eleger como vice-prefeito em 2020, Ricardo é ligado à Igreja Católica e tem contatos com empresários da zona sul da capital paulista. No passado, já fez parte das bases petista e tucana na Câmara Municipal de São Paulo.


Ainda durante a gestão de Fernando Haddad (PT), Nunes apoiou o então prefeito. Ele era o contato na Câmara da cidade que conseguia dialogar com líderes religiosos. Em 2016, ele fez lobby pela anistia e regularização de templos religiosos irregulares.

Em 2016, Nunes mudou seu posicionamento e passou a integrar a base tucana, fazendo parte da eleição da chapa de João Doria (PSDB). Durante quatro anos, o então vereador apoiou os projetos municipais. Em 2020, seus diálogos com Doria garantiram sua vaga de vice-prefeito na campanha de Covas.

Nunes defende um sistema de transporte público hidroviário, um projeto que apresentou quando ainda era vereador. Ele é crítico dos contratos de transporte público da cidade de São Paulo.

Violência doméstica

Durante o 1º turno das eleições municipais, uma denúncia de violência doméstica praticada no ano de 2011 contra Nunes veio à tona. Porém, como Nunes e sua esposa reataram o relacionamento, a denúncia não foi investigada. Segundo o casal, o a denúncia tinha acontecido em meio a um momento frágil e instável do relacionamento.

Na época, Covas defendeu seu vice. Em entrevista ao programa Roda Viva, da TV Cultura, em 23 de novembro de 2020, ele afirmou que houve apenas um “desentendimento” entre o então vereador e a mulher, que não resultou em nenhuma denúncia por agressão.

               ( O povo) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages