Estudo encontra 7,6 milhões de erros em lista de vacinados no país - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

22/05/2021

Estudo encontra 7,6 milhões de erros em lista de vacinados no país

Vacionômetro do R7 aponta que 20,2 milhões de aplicações de 2ª  dose (9,58%) haviam sido aplicadas até sexta (21)

Vacionômetro do R7 aponta que 20,2 milhões de aplicações de 2ª dose (9,58%) haviam sido aplicadas até sexta (21)

REUTERS/CAGLA GURDOGAN/FILE PHOTO


 Um estudo do projeto ModCovid19, formado por um pool de universidades do país e financiado pelo Instituto Serrrapilheira e pelo Ministério da Ciência e Tecnologia, encontrou 7,6 milhões de erros no cadastro de vacinados por covid-19 no Brasil.

Até sexta-feira (21), de acordo com dados oficiais do vacinômetro do Ministério da Saúde, abastecido pelos municípios, 55.960.152 pessoas haviam tomado ao menos uma dose de imunizantes contra a covid-19. O estudo reduz essa quantidade a 48.391.538, ou 7,57 milhão a menos (13,5% de diferença).

De acordo com o professor Krerley Oliveira, coordenador do Laboratório de Estatística e Ciência dos Dados da UFAL (Universidada Federal de Alagoas), membro do ModCovid19 e do Observatório Covid BR, ocorreram inúmeros erros no cadastro ou na transferência de dados do sistema que não permitem considerar essas aplicações.

"Quando você olha os dados oficiais, há centenas de milhares de registros duplicados nos quais todos os dados do morador coincidem. E inúmeras outras incongruências, como segunda dose dada antes da primeira ou pacientes que se vacinaram contra a covid antes até de aparecer a pandemia", diz o pesquisador. 

Ele conta que os erros não se restringem a uma data específica, o que poderia ser justificado por um apagão ou problema técnico, e também não está concentrado em determinadas regiões do país. "Quando você olha para qualquer estado, você vê esses tipos de falhas, que deveriam ser ajustadas, mas não são e alteram a percepção real da vacinação no Brasil", analisa.

O portal R7 procurou o Ministério da Saúde para comentar a diferença na quantidade de imunizados, mas não foi atendido até a publicação desta reportagem. 

Um cidadão de São Paulo, por exemplo, tomou, segundo o DataSUS, 21 mil vezes a vacina contra a covid-19.

Oliveira diz que ele aparece em vários dias e municípios paulistas como imunizado. O ModCovid 19 não teve acesso ao nome do morador, sigiloso, apenas ao id (identificação) do Cadastro Único do SUS (Sistema Único de Saúde).

R7 também buscou a Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, mas ainda não recebeu resposta.

                                           R7 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages