Emedebistas defendem que partido dispute vaga majoritária nas eleições do próximo ano ao lado do PT - Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

Blog Amaury Alencar - O Mais completo do Interior do Ceará

O Blog mais completo do interior do Ceará com compromisso com a notícia.

Post Top Ad

ANUNCIE AQUI

09/05/2021

Emedebistas defendem que partido dispute vaga majoritária nas eleições do próximo ano ao lado do PT

 


Eunício Oliveira reuniu deputados para apresentar os detalhes de encontro com Lula. Foto: Reprodução/Twitter.

Lideranças do MDB no Ceará estão confiantes após encontro entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente regional da legenda no Ceará, o ex-senador Eunício Oliveira. De acordo com deputados que estiveram reunidos com o líder do partido, nesta semana, a agremiação foi convidada pelo petista para fazer parte de um projeto político no Ceará.

O MDB, nos últimos anos, tem perdido espaço no Estado, como foi revelado após o resultado das eleições do ano passado, quando a legenda elegeu apenas 17 prefeitos nos 184 municípios cearenses. Quatro anos antes, em 2016, a sigla tinha 28 gestores municipais. E em Fortaleza não elegeu sequer um vereador em 2020.

Em 2018, Eunício Oliveira, à época presidente do Senado Federal, não conseguiu reeleição, o que fez com que ele perdesse boa parte de sua liderança política local. Os cinco deputados estaduais do MDB, que se reuniram com Eunício na quinta-feira (06), afirmaram que, após conversa com Lula, ficou claro que o emedebista tende a ser um quadro relevante para o debate local.

“Conversamos sobre os cenários políticos. Juntamos os cinco deputados e os três primeiros suplentes. O nome do Eunício é muito importante para o debate a qualquer cargo”, disse o deputado Danniel Oliveira. Para Leonardo Araújo (MDB), o debate ocorrido entre eles demonstrou que a legenda está coesa no Estado.

“O Lula convidou o Eunício para fazer parte do projeto no Estado do Ceará”, disse o deputado Leonardo Araújo. Neste projeto estariam inclusos PT e MDB. No entanto, sem a participação do PDT. De acordo com o deputado, Lula não quer acordo com a principal liderança do PDT, Ciro Gomes.

Além das 17 prefeituras cearenses, o MDB possui cinco deputados estaduais na Assembleia Legislativa e um deputado na Câmara dos Deputados. No entanto, o maior interesse em uma aliança com a legenda diz respeito ao tempo de rádio e televisão que o partido poderia contribuir em caso de aliança local.


             Edson Silva 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Post Bottom Ad

Pages