Padre que perdeu pais e irmãos para a Covid-19 testemunha: “continuarei te amando, Senhor”

 


Padre Gilvan Manuel da Silva, sacerdote da Congregação da Missão, pároco na Paróquia de São Pedro e São Paulo, no Quintino Cunha, em Fortaleza, perdeu pais e dois irmãos para a Covid-19, em um intervalo de apenas seis dias.

Padre Gilvan com seus pais. Foto: arquivo pessoal.

No dia 31de março, o sacerdote recebeu a notícia da páscoa do pai Manuel Anísio de Sousa e do irmão Vicente Manuel de Silva. Quatro dias depois sua mãe Antônia Rosa da Silva Sousa não resistiu às complicações da doença, e, nesta segunda-feira, dia 5, sua irmã Rosa Maria da Silva, que estava intubada faleceu.

Padre Gilvan fez uma comovente  demonstração de fé em sua rede social. Acompanhando a notícia do falecimento da irmã, nesta segunda de Oitava de Páscoa, o padre Lazarista escreveu: “Senhor, tu podes levar tudo de mim, mas mesmo assim continuarei a te amando”. Há dois dias, o pároco havia escrito: “Sofremos na carne o que faltou na paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo”.

Arquidiocese de Fortaleza solidarizou-se com o padre, em nota. “Reafirmamos a nossa fé, pois ‘Cristo Ressuscitou ! Ele está vivo e caminha na nossa frente rumo à Galiléia de nossa vida’ e nos solidarizamos com o Padre Gilvan Manoel e sua família”.

Paroquianos e amigos também se manifestaram com votos de pesar e de oração pelo sacerdote.

Solidariedade

O titular do Blog Ancoradouro manifesta publicamente sua solidariedade  Padre Gilvan. “Um homem discreto, sacerdote dedicado e, agora, se verifica, com uma fé inabalável. Que o bom Deus conforte o coração e mantenha Padre Gilvan firme na missão”, diz a declaração do editor.

                      o Povo 

Postar um comentário

0 Comentários