Secretário de Educação de Maranguape morre vítima de covid-19

 






O secretário da Educação de Maranguape, José Eliomar Nunes Costa, conhecido como professor Teta, teve morte por Covid-19 confirmada nesta segunda-feira, 1º (Foto: Foto: Prefeitura Municipal de Maranguape)
O secretário da Educação de Maranguape, José Eliomar Nunes Costa, conhecido como professor Teta, teve morte por Covid-19 confirmada nesta segunda-feira, 1º (Foto: Foto: Prefeitura Municipal de Maranguape)

O titular da Secretaria da Educação de Maranguape, José Eliomar Nunes Costa, 66, conhecido como professor Teta, teve morte por Covid-19 confirmada na manhã desta segunda-feira, 1º. O secretário estava internado no Hospital Hapvida Aldeota desde o dia 24 de Fevereiro, em Fortaleza.  Teta havia sido transferido para a unidade hospitalar de Fortaleza após internação no Hospital Municipal Dr. Argeu Braga Herbster, para onde tinha sido levado desde o dia 19 de fevereiro.

Além de servidor público, Teta era diretor do Colégio São José, escola tradicional da cidade, criada por sua mãe, a professora Edith Nunes Costa. Exercia também a função de maestro titular da Banda Municipal Maestro João Inácio da Fonseca. Por três vezes, Teta foi vereador de Maranguape. Em nota, o prefeito da cidade, Átila Câmara lamentou a morte do servidor. “Era um símbolo! Sua perda é irreparável para Maranguape”, diz o prefeito. A prefeitura de Maranguape decretou luto oficial de três dias e suspendeu as atividades da Secretaria de Educação até o fim de terça-feira, 2.

A Prefeitura de Maranguape lamenta profundamente o falecimento de José Eliomar Nunes Costa, conhecido popularmente como professor Teta, atual secretário de Educação do município. A morte dele foi confirmada na manhã desta segunda-feira, 1º, devido a complicações no quadro de Covid-19, pelo qual estava internado.

Além de servidor público, Teta era diretor do tradicional Colégio São José, iniciado por sua mãe, a professora Edith Nunes Costa; era maestro titular da Banda Municipal Maestro João Inácio da Fonseca e por três vezes foi vereador de Maranguape. Era um homem muito envolvido com a cidade e um ícone nos assuntos educação e cultura.

A Prefeitura decreta luto oficial de três dias e suspende as atividades da Secretaria de Educação até o fim da terça-feira, 2. “Era um símbolo! Sua perda é irreparável para Maranguape”, lamentou o prefeito Átila Câmara.

Falecido aos 66 anos, Teta deixa esposa, filhos, sobrinhos e netos. Deixa também um legado entre muitos professores e alunos pelos quais atravessou a vida, seja na educação pública ou privada, e da música.
A Prefeitura presta condolências à família enlutada.

Descanse em paz, maestro! 

                                     O POVO 

Postar um comentário

0 Comentários