20/03/2021

Quixeramobim entra em colapso no atendimento de Covid

 


Quixeramobim no Sertão Central, chegou ao limite no atendimento de pacientes com Covid-19, conforme informou o prefeito municipal Cirilo Pimenta através das redes sociais. Segundo o gestor as três unidades de atendimento na cidade, a Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24 horas, Hospital Municipal Dr. Pontes Neto e o Hospital Regional do Sertão Central estão com suas capacidades no limite.

Reunião de urgência foi convocada com os gestores das três unidades e o prefeito onde se discutiu ações que possa serem feitas para atender a demanda. O resultado foi a ampliação de 20 leitos de enfermaria que atendia outras enfermidades no Hospital Pontes Neto e foram transformados em leitos para atendimento exclusivo de Covid.

O governo do Estado também foi acionado neste momento em que o município entrou em colapso no atendimento aos pacientes com Coronavírus. A reivindicação das equipes médicas dos três hospitais bem como do prefeito Cirilo ao Executivo Estadual é a ampliação de leitos no Hospital Regional do Sertão Central.

Veja o post do prefeito:

“Durante o dia de hoje a situação se agravou exageradamente em nosso município. A UPA lotou, inclusive, todos os ventiladores estão ocupados, o Hospital Pontes Neto e do Sertão Central estão sem vagas nas enfermarias e UTIS.

Para tanto, em reunião DE EMERGÊNCIA, com o Dr. Cristiano (Dir. Clínico do Hospital do Sertão Central), Dr. Hélio Victor (Dir. Clínico da UPA), Dr. João Filho (Dir. Clínico Hosp. Dr. Pontes Neto), Carmelita Saldanha e João Paulo (UPA 24 horas), Patrícia Paulino, Nerissa e Cedric (Hospital Dr. Pontes Neto), tomamos a decisão de AUMENTAR mais (20) VINTE leitos no Hospital Pontes Neto só para Covid, diminuindo as enfermarias para outras necessidades.
Em contato com o governo estadual, solicitamos o aumento de mais leitos para o Hospital do Sertão Central.
Com o apoio de todos, venceremos essa Pandemia!” 

    Sertão Alerta