Açude São Vicente, em Santana do Acaraú, é o 4º reservatório a sangrar em 2021

 



O açude São Vicente, em Santana do Acaraú, sangrou na última segunda-feira, 22 de março. É o quarto reservatório a sangrar em 2021. (Foto: Reprodução/Cogerh)
O açude São Vicente, em Santana do Acaraú, sangrou na última segunda-feira, 22 de março. É o quarto reservatório a sangrar em 2021. (Foto: Reprodução/Cogerh)

O açude São Vicente, no município de Santana do Acaraú, é o quarto reservatório monitorado pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) a sangrar em 2021. Segundo a Companhia, a água começou a transbordar na noite da última segunda-feira, 22.

Este ano já sangraram os açudes Caldeirões, Batalhão e Germinal. Atualmente, o volume total acumulado do Estado é de 25% da capacidade total.

O açude São Vicente reforça o abastecimento de comunidades localizadas antes do reservatório. As águas deságuam no Rio Acaraú e seguem para complementar o abastecimento do Distrito de Irrigação Baixo Acaraú.

Balanço

 

Na bacia hidrográfica do Acaraú, a maior parte dos reservatórios está com volume acumulado superior a 30%. Cenário diferente das bacias do Banabuiú, no Sertão Central, e do médio Jaguaribe, que computam cerca de 10% de volume de armazenamento.

De acordo com o monitoramento no Portal Hidrológico do Ceará, com dados atualizados às 8h21min desta quarta-feira, 24, outros quatro reservatórios estão com volumes acima de 90%. São eles: Acaraú Mirim (em Massapê), Arrebita (em Forquilha), Tijuquinha (em Baturité) e Pau Preto (em Potengi). 

Em contraposição, 58 reservatórios estão com volume abaixo de 30%.

      o Povo 

Postar um comentário

0 Comentários