25/02/2021

Vereador denuncia suposto furto de 6 vacinas contra a Covid-19 em Quixeramobim

 







Uma grave denúncia foi registrada durante sessão da Câmara Municipal de Quixeramobim nesta quarta-feira, 24. O vereador Teodomiro Neto (PP) afirmou a ocorrência de um suposto furto de seis vacinas contra a Covid-19. Ele integra a base oposicionista.

Conforme Teodomiro, um enfermeiro do Distrito de Damião Carneiro foi até a residência de seus pais, que são idosos e se enquadram na primeira etapa de vacinação, para informar que retornaria na segunda-feira seguinte para aplicar o imunizante: "Passaram três segundas-feiras e nada. Liguei para a responsável pela vacinação e ela me deu uma explicação que não me convenceu", disse Teodomiro ao afirmar que ao procurar saber o motivo foi informado - segundo ele - por um dos agentes de saúde do Distrito, que o enfermeiro havia revelado que seis doses teriam sido furtadas.

"Ele comentou que guardou seis doses de vacinas em um isopor e simplesmente furtaram. Não estou acusando ninguém, estou apenas querendo saber o seguinte: se foi feito algum boletim de ocorrência, se foram colocadas câmeras de monitoramento [...] As pessoas que nos contaram essa história, com certeza ouviram do próprio enfermeiro [...] guardou (as vacinas) em um isopor quando retornou na segunda-feira seguinte não estavam", ratificou.

O parlamentar ainda informou que não se sabe o local exato onde o suposto crime teria ocorrido. Na mesma sessão, vereadores da base aliada informaram que nenhuma vacina fica na zona rural, que estas são transportadas no mesmo dia da aplicação e que também foi repassada a informação que não sumiram vacinas, mas insulinas. 

Foram cobradas explicações da Secretaria de Saúde sobre o assunto. Até o fechamento da matéria a pasta não havia se manifestado sobre o caso. 

(Foto: Ilustrativa)  


    Quixeramobim Agora