27/02/2021

Hospital de Barbalha atinge capacidade máxima, mas segue com atendimento oncológico infantil

 






A unidade ressaltou que todas as crianças que já fazem tratamento no hospital estão sendo recebidas normalmente (Foto: Reprodução/Hospital São Vicente)
A unidade ressaltou que todas as crianças que já fazem tratamento no hospital estão sendo recebidas normalmente (Foto: Reprodução/Hospital São Vicente)

O aumento de casos e mortes por Covid-19, tem sobrecarregado todos os municípios do interior, entre Barbalha, na região do Cariri, a mais de 400 km de Fortaleza. O Hospital Maternidade São Vicente de Paulo, referencia no Município e na microrregião, recebe pacientes de Covid-19 e está operando sem eleitos de UTI. A expetativa da unidade é que ainda nesta segunda-feira, 1º, 30 novos leitos passem a funcionar no equipamento. Na unidade, segue normal o atendimento de crianças que fazem tratamento oncológico

Segundo a última atualização do IntegraSus, plataforma da Secretária de Saúde, na sexta-feira, 26, a unidade estava com 90% dos leitos ocupados, com 18 dos 20 dos equipamentos com pacientes. Desses, 10 leitos são disponíveis apenas para pacientes da microrregião, que abrange 45 municípios. 

Entretanto, na manhã deste sábado, o hospital informou estar operando na capacidade máxima. A exceção é para crianças em tratamento do câncer, que continuam sendo recebidas. O hospital está terminando a construção de uma ala oncológica pediatra, com ajuda também de doações por meio do imposto de renda.

O hospital é filantrópico e funciona como porta aberta apenas para pacientes de Barbalha, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além de pacientes com convênio particular. Os demais pacientes são transferidos de outras unidades de saúde, apenas para leitos de UTI, que foram viabilizados por parceria entre Estado, Município e a unidade.

A parceria deve entregar, até a segunda-feira, 1º, mais 30 leitos de UTI, 20 indicados para adultos e outros 10 para a pediátrica. Além dessas, devem ser disponibilizados mais 5 leitos para microrregião.

O outro hospital na cidade que atua no tratamento de pacientes de Covid-19, o Hospital e Maternidade Santo Antônio, opera com metade dos leitos de UTI ocupados, 10 dos 20. A taxa da enfermaria está em 69.23%. A unidade, segundo a Prefeitura do Município, também deve passar por ampliação de leitos de enfermaria.

  

            O povo