Auxílio emergencial será prorrogado por "mais alguns meses", confirma Bolsonaro no Ceará

 









Presidente Jair Bolsonaro discursou para apoiadores nesta sexta-feira, 26, em Tianguá (Foto: Julio Caesar / O POVO)
Presidente Jair Bolsonaro discursou para apoiadores nesta sexta-feira, 26, em Tianguá (Foto: Julio Caesar / O POVO)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) esteve no fim da tarde dessa quinta-feira, 26, no município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMR), para visitar as obras de duplicação da BR-222. Em discurso no local, ele falou sobre a “satisfação” de voltar ao Ceará e disse que os governadores que “fecharem seus estados” terão que bancar o pagamento do auxílio emergencial. Ele disse que o auxílio emergencial “continuará por mais alguns meses”. Assista o discurso na íntegra:




Ele ainda criticou gestões passadas de outros presidentes. "Tínhamos desvios de dinheiro público e obras mal feitas, mas essa época acabou. A pandemia nos atrapalhou bastante, mas venceremos esse mal”, considerou o presidente. Ao chegar no local da obra, sem máscara facial e acompanhado de uma grande comitiva, o presidente saudou apoiadores, que gritavam palavras de ordem contra o governo estadual.


Além de Bolsonaro, discursaram o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, e o deputado federal cearense Capitão Wagner (Pros). Mais cedo, o presidente também visitou a cidade de Tianguá.

Postar um comentário

0 Comentários