Em Penaforte, Ministério Público quer evitar que prefeito abandone a gestão

 









Não acabou o ano de 2020, mas o prefeito de Penaforte, Agábio Sampaio, não quer mais responder pela Prefeitura. O abandono é tão evidente que o Ministério Púbico do Estado está chamando a atenção do gestor para suas responsabilidades que não acabaram.

No dia 8, foi realizada uma reunião com representantes do Ministério Público, o prefeito Agábio Sampaio, o prefeito eleito Rafael Ângelo e suas respectivas equipes de transição, o presidente da Câmara Nezinho Pereira, além de representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais. Entre os assuntos, o atraso dos salários dos servidores.

A situação já é objeto de inquérito civil que apura o abandono do cargo pelo prefeito. Enquadrado pelo promotor André Barroso, Agábio garantiu que vai deixar os salários em dia e dinheiro para quitar fornecedores. Uma comissão foi formada para acompanhar.


( Madson Vagner) 

Postar um comentário

0 Comentários