Com eleição adiada por apagão, Macapá terá 2° turno com Josiel e Furlan

 





Os candidatos Josiel Alcolumbre (DEM) e Antonio Furlan (Cidadania) vão disputar o segundo turno para a prefeitura do Macapá. Josiel, irmão do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), liderava as pesquisas, apesar de uma queda de popularidade após a crise energética no Amapá. Foi o apagão, aliás, a razão do adiamento da eleição na capital do Estado. A decisão do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Barroso, afirmava que a cidade não fornecia condições de segurança mínimas para que os eleitores fossem às urnas nas datas programadas inicialmente. O segundo turno irá ocorrer no dia 20 deste mês. Embora o apagão tenha atingido 13 das 16 cidades do estado, Macapá foi o único município onde a eleição foi adiada.

Davi Alcolumbre se envolveu diretamente na crise energética para resolver o impasse. Em uma entrevista, o presidente do Senado disse que o maior prejudicado pelo apagão era o seu irmão, que vinha crescendo nas pesquisas eleitorais. Alcolumbre esteve na cidade por diversas vezes com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, mas só conseguiu fazer com que o presidente Jair Bolsonaro visitasse o estado após dezenove dias de apagão. Tanto Alcolumbre quanto o presidente foram alvos de protestos durante a agenda política que cumpriram na capital amapaense.

Veja