A candidata pelo PT de Pentecoste,  Ilanna Cirilo, e seu vice, o advogado Gustavo Magalhães, entraram no Tribunal Federal da 1ª Região, em Brasília, com recurso, para revogar a liminar concedida pelo desembargador Sousa Prudente, que suspendeu os efeitos dos acórdãos de desaprovação das contas do prefeito João Bosco Tabosa. Utilizando  a liminar, Tabosa pediu o registro de sua candidatura à reeleição.

Na Justiça Eleitoral de Pentecoste,  Ilanna, também, entrou com um pedido de impugnação do registro da candidatura do prefeito Bosco. Agora, caberá ao desembargador,  Sousa Prudente, reconsiderar e revogar a liminar ou enviar para julgamento do plenário da 5ª Turma Do STJ.

O juiz Eleitoral da Comarca de Pentecoste, também, irá aceitar a impugnação ou não. Caso ele negue o pedido de cassação do registro de Bosco, registre a candidatura, a candidata do PT poderá recorrer ao TRE,TSE ou até STF. 


  Roberto Moreira 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib