Governo Federal conduz investigação no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária, em Goiânia. Expectativa da pasta é de apresentar laudo em até 30 dias.  (Foto: Divulgação/Mapa)
Governo Federal conduz investigação no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária, em Goiânia. Expectativa da pasta é de apresentar laudo em até 30 dias. (Foto: Divulgação/Mapa)



O Ministério da Agricultura informou nesta terça-feira, 6, que foram encontrados fungos, ácaros e até possíveis plantas daninhas nas “sementes misteriosas” recebidas por moradores de 24 estados e do Distrito Federal. As pessoas que reportaram recebimento dos pacotes no Brasil informaram às autoridades que as sementes vieram junto com produtos encomendados de sites de compras asiáticos. Em alguns casos, o órgão registra relatos de pessoas que receberam as sementes mesmo sem terem tido encomendado produtos de origem asiática.

No Ceará, o aparecimento do primeiro pacote foi confirmado no último dia 1° de outubro, quando uma moradora de Pacajus procurou a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri) para realizar a entrega do pacote. A moradora informou ao órgão que não encomendou produtos de forma virtual e as sementes chegaram em sua casa de forma espontânea.

De acordo com a investigação da Agricultura, os pacotes foram “supostamente” enviados de quatro países da Ásia. Moradores dos Estados Unidos e Canadá também registraram o recebimento de pacotes das sementes junto com encomendas de produtos asiáticos. As informações são do portal de notícias G1.




A pasta informou que, até o momento, foram recebidos 258 pacotes de sementes não solicitadas. A investigação aponta que sementes de pelo menos 25 embalagens mostraram três fungos diferentes, enquanto um pacote apresentou ácaro e quatro embalagens apresentaram a possibilidade de conter plantas daninhas não presentes no Brasil, além de dois pacotes que contaram com a presença de bactérias.

O Ministério ainda não apresentou a identificação de quais são essas bactérias e fungos, pois os materiais seguem em análise no Laboratório Federal de Defesa Agropecuária, em Goiânia. O Governo Federal tem a expectativa de finalizar a avaliação das sementes em até 30 dias.

Recebi as sementes, e agora?

A Adagri orienta que o destinatário, ao receber esse tipo de material sem ter solicitado, principalmente de origem desconhecida, acione de imediato a entidade por meio do telefone (85) 3101.2500. Em casos como esses, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no Ceará (Mapa) também pode ser acionado por meio do telefone (85) 3455 9201 ou ainda a secretaria da Agricultura de cada município.  

   ( o POVO) 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib