O Ministério Público do Estado do Ceará, por meio do Grupo de Combate ao Crime Organizado (GAECO), deflagrou na manhã desta quinta-feira (29) a Operação Antagonista, com o objetivo de desarticular a ação de integrantes de organização criminosa e de grupos armados na cidade de Morada Nova – CE, com ramificações em Fortaleza, Limoeiro do Norte e outros municípios do Estado.

Alvos

Os alvos são suspeitos de diversos crimes, incessantemente planejados e consumados, como tráfico de drogas, associação para o tráfico, integração e promoção de organização criminosa, entre outros. A operação conta com o apoio da Coordenadoria de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado; da Coordenadoria Integrada de Planejamento Operacional (COPOL) e da Secretaria de Administração Penitenciária do Estado (SAP).

A operação visa executar 15 mandados de prisão e 15 mandados de busca e apreensão, a serem cumpridos dentro e fora do sistema penal, notadamente em Fortaleza, Morada Nova e Limoeiro do Norte. No sistema penitenciário são sete alvos. Em liberdade são 8 alvos, sendo 2 em Fortaleza, 5 em Morada Nova e 1 em Limoeiro do Norte. Os documentos foram expedidos pela Vara de Delitos de Organizações Criminosas.

Investigação

A investigação teve início no ano de 2018, com o objetivo de desvendar as ações delituosas de grupos ligados a organizações criminosas no Município de Morada Nova, responsáveis pelo tráfico de drogas e outros crimes naquela região.

Iniciou-se a partir de objetos apreendidos em prisões em flagrante, e ampliou-se, em seguida, através de investigação de inteligência. Foi verificada a existência de uma rede formada por associações para o tráfico e organizações criminosas locais, articuladas entre si, com conexão em diversos municípios, e com vínculos com facção criminosa com forte atuação no Estado do Ceará.

(*)com informação do MPCE

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib