A Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte (FMJ) completa, na próxima quinta-feira (22), 20 anos de atuação no Cariri. São mais de 2 mil profissionais formados que passaram pela Instituição, fortalecendo e oferecendo maior qualidade à rede de saúde na região, Ceará e em todo o País. 

 

A Programação de abertura acontece nesta quarta-feira, 21, às 18h30, trazendo o tema 20 Anos de História, 1968-1998-2000: Uma História, Seus Valores e o Impacto no Cariri. Participam o Dr Silvio Peçanha, Diretor de Medicina da Vice-Presidência de Operações Premium; Eduardo Parente, Presidente da YDUQS; além dos médicos e docentes da Estácio Juazeiro do Norte, Dr Regis Santana e Dr Robério Mota.  

 

A partir da formação desses profissionais, o curso de Medicina da Estácio, pioneiro no interior do Nordeste, têm contribuído significativamente para o desenvolvimento e o crescimento do município. Essa performance ganhou força com a implantação dos cursos de Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia e, os mais recentes, de Psicologia e Nutrição, de forma presencial, além das inúmeras formações pelo Ensino a Distância (EAD), chegando às cidades mais distantes da região e, dessa forma, ampliando o acesso ao ensino de qualidade para a população.

 

Em celebração aos 20 anos da Estácio de Juazeiro do Norte a instituição realizará, a partir de quarta-feira (21), uma programação comemorativa, seguindo os critérios de prevenção à Covid-19, adotando o formato virtual para todas as ações. A programação de palestras, que segue até sexta-feira (23), contará com profissionais renomados a nível nacional e internacional, como a ginasta Danielle Hypólito – esta será aberta ao público e os interessados devem realizar a inscrição através do link https://forms.office.com/Pages/ResponsePage.aspx?id=RKhJ2uPir0CGpsOBnXBPSdySGffoITJGh-DQLtgAretUOUJBTE1ISkQzUEVPUzJZWDBHU0dCOVBJQS4u –, o psicólogo do Flamengo Paulo Ribeiro, o médico pneumologista José Roberto Jardim e a nutricionista Márcia Regina Vítolo. O evento ainda promoverá mesas redondas de discussões, minicursos com temas variados e apresentações de trabalhos científicos. 

 

Para o diretor da Estácio de Juazeiro do Norte, Fábio Cardoso, promover transformação social através da educação sempre foi o principal objetivo da instituição nesses 20 anos de existência. “Durante todos esses anos, a FMJ formou muitos profissionais na área da saúde. A instituição reconhece seu papel na formação de profissionais qualificados, que atuam tanto no município como em outros estados do Brasil. Estar conectada a essa realidade nos impõe o desafio de prover formação acadêmica de excelência, dialogando com as necessidades da população local”, afirma. 

 

Conforme Fábio Cardoso, o compromisso é formar profissionais que reconheçam a realidade, bem como construir pontes que deem ao egresso, possibilidades de efetiva transformação, seja familiar, ou de sua comunidade.  “Não é possível falar sobre saúde em Juazeiro do Norte, sem relacionar à Estácio FMJ neste cenário. Nossa credibilidade e excelência na formação profissional serve como base para o pleno desenvolvimento regional, num processo histórico e de constante melhoria na qualidade de vida do povo, em uma região que está em franca expansão e nota-se seu crescimento econômico”, completa. 

 

Nesses 20 anos, o curso de Medicina da Estácio de Juazeiro do Norte já formou cerca de 1.300 médicos, oferecendo uma estrutura reconhecida pela tecnologia de ponta – seu laboratório de Simulação Realística é um dos mais bem equipados do Nordeste.

 

Com isso, houve um aumento da oferta desses profissionais no mercado, inclusive na região, que sofria com um grande déficit de médicos. Hoje, os benefícios de atendimento à população também se estendem através dos cursos, a exemplo de grandes parcerias, com projetos de extensão e diversas atividades através das linhas de pesquisa. 

 

Exemplo dessas iniciativas é o ambulatório, voltado aos estagiários na área médica, que, seguindo a supervisão dos preceptores, já realizou mais de 37.000 atendimentos à população local, todos de forma gratuita e em quase 20 especialidades distintas.  A enfermagem ganhou um impulso significativo, além da fisioterapia, que já tem a atuação de cerca de 200 profissionais formados, e que prestam relevantes serviços na Clínica Escola de Fisioterapia, com a marca de 22.751 atendimentos gratuitos. 

 

Profissionais contam sua história com a 

Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte


Helena Vieira, médica reumatologista, foi uma das primeiras profissionais formadas pela Estácio no Cariri, onde iniciou o curso em 2001. Atualmente, a médica faz parte da grade de professores da instituição. “Sempre digo que a FMJ é a minha casa e que o bom filho à casa retorna. Para a minha grande alegria, sou professora da Estácio desde 2011, e tenho muito orgulho de fazer parte dessa instituição e acompanhar todo o seu crescimento. Isso para mim é muito enriquecedor”, enfatiza.

 

Para o ex-aluno e agora também professor Pablo Pita, médico infectologista, formado na turma de 2010, “passar pela faculdade é um sentimento muito comum de medo por não estar preparado, mas no dia a dia a gente vê que o preparo para o mercado aconteceu de verdade”.

 

Pablo prestou seleção para se tornar docente da instituição em 2014 e destaca que é algo extremamente importante para a sua história de vida. “Estar na Estácio e fazer parte como professor, egresso, é muito gratificante e só tenho a agradecer poder ser membro dessa família. Amo o que faço todos os dias e aprendi muito na minha trajetória como aluno e como professor”, afirma.  

 

Sobre a Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte 

 

Juazeiro do Norte tem um histórico de lutas para a conquista da Faculdade de Medicina, que se concretizou com a chegada da Estácio. Em 1968, a Câmara Municipal aprovou uma Lei, criando a Faculdade de Medicina, porém a viabilidade do projeto não encontrou respaldo em instâncias superiores.

 

Então, em 1998, a Prefeitura de Juazeiro do Norte, decidiu apresentar um projeto de criação de uma Faculdade de Medicina, cuja missão estivesse em consonância com as necessidades de saúde da Região Nordeste e, em especial, do Cariri. A implantação da Faculdade de Medicina de Juazeiro do Norte – FMJ, deu-se então no ano de 1998, a partir de um estudo das condições geográficas do município, combinadas ao perfil socioeconômico e à demanda da comunidade pelo ensino na área médica.

 

A primeira turma ingressou em 2000 e hoje a Estácio FMJ já formou quase dois mil profissionais com perfil de competência, imbuídos de espírito ético e humanístico, com plena percepção de sua responsabilidade social.

 

A Faculdade de Medicina Estácio de Juazeiro do Norte (FMJ) está situada em terreno próprio com cerca de 50.800 m², com um total de 6.598 m² de área construída e se destaca pela infraestrutura moderna, corpo docente qualificado e conforto ambiental nos locais de estudo e trabalho. Ao longo de 20 anos, a faculdade obteve melhorias e ampliação da área construída para atender às necessidades dos seis cursos presenciais (enfermagem, farmácia, fisioterapia, medicina, nutrição e psicologia) e cursos EAD. 

 

Hoje, dispõe de doze blocos distribuídos pelo campus que são acessíveis através de passarelas e rampas cobertas, com mais de 10 laboratórios climatizados, salas de aula, biblioteca totalmente informatizada, auditório com capacidade para 260 pessoas, atividades práticas ministradas na Atenção Básica do município, em postos de saúde do programa Saúde da Família, Ambulatório Médico e Clínica de Fisioterapia, serviços de reprografia, cantinas, área de lazer e muito mais. 

 

Ciente da sua responsabilidade social, a Estácio FMJ tem por finalidade a transformação social através da geração e difusão do conhecimento, orientando suas ações de acordo com os paradigmas que nortearão este milênio: inovação, antecipação e excelência.

 

Inova na medida em que utiliza estratégias, processos, controles e avaliações de acordo com os modernos princípios da pedagogia e das organizações de saúde modernas. Os cursos na área da saúde, pós-graduação, atividades de extensão e projetos de pesquisa, são essenciais para a formação de um novo profissional capaz de atuar no mercado de trabalho de forma criativa e competente. O polo oferece mais de 85 cursos de graduação EAD, desde Bacharelado, Licenciatura até Formação Pedagógica e Tecnológicos.







Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib