Em Lavras/CE, Candidato a Prefeito da Oposição é vítima de FAKE NEWS e aciona justiça para apurar crime

A internet se tornou um dos meios mais utilizados para o acesso à informação nos dias de hoje, mas a inclusão digital trouxe consigo a disseminação desenfreada das fakes news, as famosas “notícias falsas”.

Com o intuito de prejudicar ou beneficiar alguém, as Fakes News se "acendem" no período eleitoral e, são usadas criminosamente com intensidade durante a campanha.


Na cidade de Lavras da Mangabeira, a vítima desta prática criminosa, está sendo o Candidato a prefeito da oposição, Ronaldo da Madeireira(PSD). Em grupos da rede social WhatsApp, opositores tem espalhado diversas mentiras a respeito de Ronaldo.

Uma das notícias falsas divulgadas nesta quarta-feira(30/09), foi que o Ministério Público estaria solicitando a condenação do candidato da oposição por crimes cometidos.

Em conversa com a redação do PSC Jornalismo Verdade, o Departamento Jurídico da Coligação Compromisso com o Povo(PSD/PDT/PODEMOS/PSL), relatou que é mais uma mentira que lançam a  respeito de Ronaldo da Madeireira, e lamentou que já no início da campanha e em um momento tão crítico da pandemia do Covid-19 no município, os adversários estejam focados apenas em fazer politicagem. Algumas pessoas que compartilharam o FAKE já foram identificadas.


“É mais uma mentira que divulgam a meu respeito, é o desespero político batendo a porta de quem sempre enganou o povo e não tem mais "força" para continuar enganando. Lamento que nossos adversários, aqui e fora do município, estejam focados apenas em espalhar notícias falsas contra a oposição ao invés de, por exemplo: realizarem ações de combate ao vírus no nosso município.” Disse Ronaldo.

O Candidato afirmou ainda que está acionando a justiça para apurar este crime.


Não custa lembrar que a lei nº 13.834/2019 prevê pena de prisão de dois a oito anos, além de multa, para quem atribuir notícia falsa de um candidato e divulgá-la com o objetivo de prejudicar sua candidatura. A pena é aumentada em um sexto, se o internauta se esconde no anonimato ou de perfil fictício. 


Com informações de Paulo Sergio de Carvalho 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib