O locutor esportivo Hackson da Silva Paixão, conhecido como Juninho Costa, de 28 anos, que atuava na cobertura de jogos de futebol amador, foi encontrado morto no bairro João de Deus, em São Luís, no Maranhão.
Juninho teve a cabeça esmagada por uma pedra de concreto. A informação foi postada no Instagram pelo radialista Maxsuel Bruno, amigo do locutor e também morador do João de Deus, que manifestou sua revolta com o crime.
“Nada neste mundo pode justificar a morte de um ser humano, quanto mais em circunstâncias tão bárbaras como esta. Um sentimento de dor e revolta nos corações dos familiares e amigos é o que resta neste momento”.
O radialista disse que a comunidade do João de Deus aguarda por justiça e que não descansará até que o assassino seja identificado e preso.



Locutor foi assassinado - “Nós, o bairro João de Deus e região, estamos clamando por justiça. Que ela seja feita com muita rapidez. Juninho, infelizmente, entrou para a estatística de vidas que foram tiradas de forma tão cruel e impiedosa. Mas não vamos descansar até que esse monstro seja preso e punido no rigor da lei. Um assassino covarde que merece pena pior que uma simples cela de cadeia. Juninho era a pessoa mais querida de nossa região, incapaz de fazer mal a ninguém neste mundo. Sofria desde a infância com um leve transtorno psicológico, mas que não o impedia de fazer o que mais amava neste mundo, que era narrar futebol amador. Neste momento de dor e revolta, me solidarizo com a família e amigos deste que foi e, sempre será, o locutor número 1 do bairro João de Deus”, completou Maxsuel.


( Pinheirinho. Net) 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib