Tocador de áudio



A população do interior e até mesmo parte da sede do município de Ibicuitinga tem sofrido nos últimos meses com a falta do abastecimento de água por parte da Companhia de Água e Esgotos do Ceará CAGECE.

Nos últimos meses segundo a empresa têm sido constantes as quebras na rede de distribuição que hoje se encontra sobrecarregada para dar conta do fornecimento na sede e comunidades. Mas o que chama a atenção e revolta a população é que mesmo sem ter o fornecimento a empresa mensalmente envia a cobrança da taxa mínima para os consumidores.

O assunto já virou tema de debate inclusive no plenário da câmara do município, mas nenhum retorno de forma positiva foi dada pela empresa para a população.

Na manhã desta última segunda-feira (21), moradores da comunidade de Vila Nobre pertencente ao distrito de Açude dos Pinheiros, foi surpreendida pela cobrança do serviço mesmo estando a mais de 40 dias sem ter o abastecimento. Além de pagar para ter água através de carroceiros ou carros pipas a população ainda é obrigada a pagar a taxa mínima de consumo por parte da empresa.

Para quem procura o escritório da empresa na sede do município encontra as portas fechadas e nenhum funcionário para atendimento ao público. Em ligação com a central da empresa ainda na semana passada fomos informados que a rede pertencente ao distrito de açude dos pinheiros passava por manutenção e até o dia 19 de setembro a comunidade estaria com abastecimento normalizado, mas ao analisar não constatamos em nenhum momento profissionais da empresa fazendo qualquer reparo na rede e que apenas parte da comunidade tem o abastecimento.

Adriano Silva – Ibicidade  


Sertão Alerta 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib