O Partido Democrático Trabalhista oficializou o nome do ex-prefeito Cirilo Pimenta como candidato à Prefeitura de Quixeramobim, no Sertão Central, em convenção realizada nesta segunda-feira, 07. O ato não foi transmitido através das redes sociais do postulante, conforme havia sido divulgado pela sigla.

Presenças na convenção dão sinais fortes do muito que ficaram agitados os bastidores do partido e do grupo de Pimenta até o ato. A presença mais simbólica foi a do ex-presidente da Câmara Municipal de Quixeramobim, o médico Carlos Roberto Mota Almeida, do PSB, que elimina, em tese, todas as chances da legenda oferecer sigla para Tarso Borges, ex-vice-prefeito de Cirilo. O aparecimento do PSB na convenção do PDT já gera repercussão em quem apoiava Tarso.

Quem também marcou presença foi o ex-prefeito Edmilson Júnior, do PSD, cujo anúncio de seu nome para compor como vice de Cirilo já havia sido divulgado na última semana, inclusive com o crivo do senador Cid Gomes (PDT). Edmilson é tido nos bastidores como uma importante força para Cirilo e o anúncio de seu nome como vice em sua chapa, já na reta final do prazo para as convenções, mostram como as negociações de apoio ao grupo de Pimenta cruzaram diversas ideologias políticas da cidade, restando em Edmilson o seu pilar mais forte de sustentação.

Também na convenção estavam os afiliados e presidente do Democracia Cristã (DC) em Quixeramobim, André Cirino, e o presidente municipal do PSL, ex-partido do presidente Jair Bolsonaro, Afrânio Feitosa. Já era sabido nos bastidores de que o partido seguiria o grupo de Cirilo. Também no evento estavam o deputado estadual Osmar Baquit (PDT), fiel apoiador de Pimenta, e o pré-candidato a prefeito em Pedra Branca, Antônio Góis.

Quem é Cirilo?

Cirilo Antônio Pimenta Lima, 67, é veterinário, formado pela Universidade Estadual do Ceará (UECE). Ele é natural de Quixeramobim. Já foi vereador da cidade, deputado estadual e prefeito de Quixeramobim em três oportunidades: de 1997 a 2000, sendo reeleito em 2000 e ficando no cargo até 2004. Depois foi eleito em 2012 e permaneceu como chefe do Executivo Municipal até 2016.

Pimenta tentou reeleição ao cargo de prefeito de Quixeramobim em 2016, mas não teve sucesso. Perdeu a vaga para seu ex-aliado e atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Clébio Pavone, agora do PP.

Esta é a segunda tentativa de Cirilo de chegar ao 4º mandato de chefe do Executivo de Quixeramobim.

Do Repórter Ceará

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib