Por todo o mês de setembro, a coordenadoria de saneamento da Agência Reguladora do Estado do Ceará (Arce) realiza mais um ciclo de fiscalizações nos sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário do Estado. Em virtude do quadro de pandemia, os trabalhos seguem acontecendo de forma indireta. Nesse contexto, os técnicos da Agência Cearense solicitam documentações específicas para cada sistema de abastecimento, com o objetivo de inspecionar a qualidade do serviço realizado pela Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece). Ao todo, nove localidades serão vistoriadas.

De acordo com o cronograma, os analistas da Agência Cearense fiscalizarão os sistemas de abastecimento de água do município de Araripe e localidades de Alagoinha, Pajeú, Sipaúba e Sítio Vitorino. Já nas cidades de Catarina (e localidade de São Gonçalo), Campos Sales e Tarrafas passarão pelo crivo dos analistas, também, os sistemas de esgotamento sanitário.

Em casos de não conformidade na prestação dos serviços de abastecimento de água e de esgotamento sanitário, a Arce pode gerar determinação, recomendação e/ou multa. Antes da conclusão dos trabalhos, seis componentes são criteriosamente levados em conta e servem de base para o trabalho dos fiscais: Provisão dos Serviços, Gestão Comercial e Faturamento, Relacionamento com os Usuários, Proteção Ambiental, Qualidade da Água e, ainda, Gestão de Emergências e Contingências.

Site: Governo do Estado

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib