Exercer a função de “homens-forte” do presidente da República é tarefa dada para poucos. Durante um período em 2019, o deputado federal cearense Heitor Freire (PSL) foi um dos propulsores das ideias defendidas por Jair Bolsonaro, no Estado.


Heitor Freire nega ter vazado áudio de conversa com BolsonaroO ...

                    Foto > O  povo mais 

Mas, no mesmo ano, uma polêmica envolveu o deputado e o presidente, que o acusou de estar costurando a saída de um parlamentar – Delegado Waldir (PSL/GO) – líder da agremiação na Câmara Federal. Mesmo assim, Freire afirma não ter nenhum problema com Jair Bolsonaro e não foi o pivô da saída dele do PSL.

A “marca” Bolsonaro, segundo o deputado, sempre foi defendida por ele como também a família tradicional, o armamento, a inocência das crianças, oposição à ideologia de gênero e o aborto. “Independente dele [Bolsonaro] estar ou não no PSL vou continuar apoiando suas ideias que são conservadoras no cunho ideológico e liberais na economia”, diz.

Ademais, o filho de Juazeiro do Norte aponta que declaração dada por Jair Bolsonaro no programa “Os Pingos nos Is”, da rádio Jovem Pan (SP), afirmando “estar próximo do Partido Social Liberal”, não o surpreende.

Candidatura em Fortaleza

Heitor Freire é incisivo: “sou précandidato à Prefeitura de Fortaleza”, candidatura, inclusive, chancelada pela direção nacional do PSL. O liberal reconhece o protagonismo e seriedade de sua sigla, e, segundo acredita, irá surpreender elegendo vereadores na Capital. Sobre o pré-candidato Capitão Wagner (PROS), Freire disse que conversou com ele e foi convidado para selar uma chapa com o PROS no primeiro turno. O convite não foi aceito, mas assegura que não vai transformar Wagner em alvo de críticas durante a campanha eleitoral.

Para lidar com os problemas da capital cearense, Heitor se prende na questão “gestor” e se considera um. Gastos descontrolados da máquina pública foram apontados como dilema. “A cidade tem muito dinheiro para solucionar. Fortaleza tem quase R$ 1 bilhão em caixa, então esse não vai ser problema. Falta um gestor chegar e pôr “ordem na casa“. Quais as prioridades básicas na nossa gestão? Nós não temos saneamento, não temos drenagem, não temos uma boa estrutura. A periferia é esquecida e não existe incentivos para empreendedores empregarem mais pessoas”, acusa.

O deputado federal vai importar ideias para praticar em Fortaleza, citando Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. “Construir ilhas onde possamos ter um investimento e ter um retorno”, explicou.

Como presidente do PSL no Ceará, Freire se orgulha do trabalho feito para eleger dois deputados estaduais – André Fernandes (atualmente no Republicanos) e Delegado Cavalcante – e um para a Câmara Federal, ele mesmo.

Nas Eleições Municipais de 2020, o partido estará representado em 50 municípios cearenses, lançando 20 candidatos a prefeito e 15 a vice-prefeito, e vários candidatos a vereador, totalizando 800 postulantes. “O partido será dividido em antes e depois de 2020”, diz em tom confiante. 


Jornalista Edison Silva 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib