O secretário de Recursos Hídricos do Estado, Francisco Teixeira, disse, nesta quinta-feira, em entrevista  disse as águas do São Francisco percorrerão 150 km pelos canais do Cinturão das Águas até chegar à Barragem do Castanhão. Teixeira revelou, ainda, que a quadra invernosa de 2020 aumentou em 35% o volume de água nos reservatórios que abastecem a população de cidades do Interior do estado e da Grande Fortaleza.
“A obra está com quase 70% concluída. São 150 km ligando o reservatório Jati do projeto de integração do São Francisco até o município de Nova Olinda, levando a água da transposição do São Francisco até o rio Cariús, pra essa água alcançar não só o reservatório Castanhão, mas também o reservatório Orós, quanto estiver pronto com a nossa previsão, se não faltar mais recurso, até o final de 2022”. afirmou o secretário.
Francisco Teixeira afirma que nesta primeira etapa do Cinturão das Águas, o empreendimento vai permitir que as águas do São Francisco “percorram seus primeiros 53 quilômetros levando a água desse projeto tão importante para o nosso estado, até o riacho seco em Missão velha, daí para o rio salgado, do Rio Salgado até Icó onde entra no Jaguaribe e no Açude Castanhão para pelo Eixão das Águas a água vir para Fortaleza, todo esse trecho está praticamente pronto”, diz o titular da pasta de Recursos Hídricos do Ceará.
Os técnicos da Secretaria de Recursos Hídricos do Estado acompanham com expectativa a entrada das águas da Transposição do Rio São Francisco nos canais do Cinturão das Águas a partir da barragem Jati, no Município de Jati, na Região dos Inhamuns. A interligação dos canais da Transposição com o Cinturão das Águas está prevista para o dia 18 de agosto.
A barragem Jati está sendo alimentada pela transposição em três fases: cada fase é marcada por um certo volume de água e avaliação sobre a capacidade técnica do reservatório para, em seguida, receber um novo aporte até chegar ao final do terceiro estágio. Sobre a situação atual da barragem Jati e como ocorrerá a distribuição de água pela região, o Secretário diz:
Vai ser preenchida com a água do São Francisco em três etapas. Já chegaram no primeiro nível, esperam três dias para ver o comportamento da barragem depois chega no segundo nível, num terceiro e assim por diante até a barragem estar numa cota a derivar para o Cinturão das Águas no dia 18 de agosto“, destaca Francisco que ainda dá mais detalhes de como será o processo.
“A partir desse dia 18 há possibilidade de abrir as comportas do inicio do CAC, no lago do reservatório Jati, pra que essa água transite pelos primeiros 53 quilômetros do cinturão das águas atravessando três túneis e chegue até uma descarga no Riacho Seco que é um tributário do Rio salgado que fica em Missão Velha e essa água percorrer 25 quilômetros do Riacho Seco até Icó aonde o Rio Salgado chega no Rio Jaguaribe e do Jaguaribe passa pela cidade de Jaguaribe e chega ao açude Castanhão e do Castanhão pelo Eixão das águas já existente e depois de um percurso de 550km de Jati até Fortaleza, essa água alcança os açudes da região metropolitana” 

Bottom Ad [Post Page]

| Designed by Colorlib