Casos de Covid-19 no Cariri aumentam 64% em 10 dias

OCUPAÇÃO dos leitos de UTI em Juazeiro do Norte é de 78,87%


OCUPAÇÃO dos leitos de UTI em Juazeiro do Norte é de 78,87%

Onúmero de casos confirmados de Covid-19 na macrorregião do Cariri saltou de 4.053, há 10 dias, para 6.660 ontem, 28. O que representa um aumento de 64% nas confirmações da doença nesse período. A macrorregião é composta por 45 municípios, dos quais quatro começam lockdown hoje. São eles Crato, Barbalha, Brejo Santo e Iguatu. Juazeiro do Norte, que está em isolamento rígido há uma semana, teve decreto com a medida prorrogado até o dia 5 de julho.

Juazeiro é município da região com maior número de casos, com 1.462 confirmações e 81 óbitos. Seguido de Iguatu (792 casos e 27 mortes) e Crato (636 casos e 27 mortes). Os dados são de atualização da plataforma IntegraSUS, da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), às 18h07min de ontem.

Glauciane Torres, secretária da Saúde de Juazeiro do Norte, afirma que o aumento de casos confirmados era esperado tendo em vista o aumento da testagem. Ela destaca que será inaugurado Hospital de Campanha no Ginásio Poliesportivo com 80 leitos de enfermaria esta semana. Nesta mesma previsão, serão abertos 30 leitos de UTI no Hospital Regional do Cariri, que já conta com 70 leitos de internação de alta complexidade. A ocupação das UTIs no município é de 78,87%.
"Nós estamos fortalecendo nossa atenção primária para o diagnóstico precoce. Isso não significa apenas a realização do teste rápido, mas acompanhar qualquer caso de Síndrome Respiratória Aguda. Mapeando casos por bairro e monitorando. Orientando para em qualquer sinal de alerta já realizar o internamento precoce para evitar o agravamento", explica Glauciane. Com forte atividade econômica e tradição religiosa, o município suspendeu as romarias desde março.
"Estamos contando com o apoio das igrejas. Não tem sido fácil para os profissionais de saúde nem para o comércio. Juazeiro começou a se preparar em março, quando a gente tinha um caso. Conseguimos prolongar esse aumento enquanto o sistema precisava de tempo para conseguir responder", avalia.
Conforme a Prefeitura, a fim de intensificar o controle da circulação de pessoas entre Juazeiro e municípios vizinhos durante a pandemia, estão sendo feitas barreiras sanitárias nos limites com Barbalha, Crato, Caririaçu e Missão Velha.
O surto de diagnósticos da doença no Estado se deu primeiro em Fortaleza — que atualmente apresenta estabilização de casos — e, posteriormente, na Região Norte — que ainda está em curva ascendente de disseminação da infecção. Nas últimas semanas, o Centro-Sul vem preocupando com relação ao aumento de casos e mortes em decorrência do novo coronavírus. Os municípios das regiões Norte e Cariri receberão a maioria dos 300 respiradores que chegaram do Ceará no último sábado, 28, vindos da China.
"Hoje temos a região do Cariri como um foco importante. Nas duas últimas semanas nós tivemos um crescimento do número de óbitos e casos e com uma testagem maior, a gente tem identificado melhor. Então nós acreditamos que é preciso estabelecer uma política diferente para essas regiões, como tem sido desde o começo do plano de reabertura", destacou Dr. Cabeto, titular da Sesa, em coletiva de imprensa após a chegada dos equipamentos.
O Cariri registra 243 mortes pela Covid-19. A letalidade na região é de 3,6 e já foram realizados 34.116 exames para diagnóstico do patógeno. Foram contabilizados 4.419 pacientes já recuperados da enfermidade e outros 4.078 casos
em investigação.
Conforme o IntegraSUS, o Ceará chegou a 107.593 casos e 5.995 mortes por coronavírus até ontem. São 529 casos e oito óbitos a mais do que o total registrado no último sábado. Segundo a Sesa, dois óbitos foram registrados nas últimas 24 horas. Fortaleza é o município com o maior número de confirmações da patologia, com 35.012 casos confirmados e 3.245 mortes.
Fortaleza e municípios da Região Metropolitana, permanecem na 2ª e 1º fase de transição da reabertura econômica, respectivamente. Além de Juazeiro do Norte, Sobral, na Região Norte, também teve decreto prorrogado por uma semana. Tianguá, localizado na região da Serra de Ibiapaba, Noroeste do Estado, inicia isolamento rígido hoje.

o povo 
Postagem Anterior Próxima Postagem