O Labsis/UFRN registra tremores em todo o Nordeste. Em março de 2019, os estudiosos instalaram uma rede sismográfica no Ceará
O Labsis/UFRN registra tremores em todo o Nordeste. Em março de 2019, os estudiosos instalaram uma rede sismográfica no Ceará (Foto: Divulgação/Labsis)
O Ceará registrou nove abalos sísmicos em 24 horas - entre esse sábado, 9, e este domingo, 10. De acordo com dados do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (Labsis/UFRN), seis deles aconteceram no limite entre Palhano e Russas, com magnitude inferior a 1 grau na Escala de Richter.
Já as outras três foram em Beberibe e uma chegou a alcançar 1.6 grau de magnitude. Os abalos sísmicos com magnitude menor de 2 graus são sentidos apenas pelos sismógrafos, instrumentos que detectam e registram as vibrações da Terra, e portanto passam imperceptíveis pelos moradores.
A região limite entre Palhano e Russas já registrou 456 eventos de abalos sísmicos desde dia 3 de novembro de 2019 até este domingo de Dia das Mães, 10. O último dia mais agitado na região foi em dia 9 de janeiro deste ano, quando o Labsis registrou mais de 50 abalos no local.


o Povo 
Postagem Anterior Próxima Postagem