Rafael Anacleto Moreira, de 28 anos e Ruan ítalo Bezerra, de 19 são suspeitos de matarem o ex-presidiário Marcos Alberto Araújo Gonçalves. O crime aconteceu na manhã desta segunda-feira na Rua Engenheiro José Walter, Bairro Triangulo em Juazeiro do Norte. 

DA AGÊNCIA CARIRICEARA
Jota Lopes – Foto: Arquivo/ Caririceara.com


Em uma rápida resposta contra o crime, a Polícia Militar prendeu na tarde nesta segunda-feira (27), dois homens acusados pela morte do ex-presidiário Marcos Alberto Araújo Gonçalves, de 34 anos de idade, morto a tiros. O crime aconteceu por volta das 07h30min na Rua Engenheiro José Walter, no Bairro Triangulo em Juazeiro do Norte. O homicídio foi gravado pelo serviço de monitoramento de uma residência e circula nas redes sociais, vindo a causar grande repercussão no cariri.

As prisões aconteceram após informações da subagência do serviço de inteligência do 2º BPM repassadas a CIOPS Juazeiro do Norte dando conta de que os suspeitos do homicídio, Rafael Anacleto Moreira, de 28 anos e Ruan ítalo Bezerra, de 19 este último residente na Rua Francisco  Monteiro, Bairro Triângulo, estavam homiziados na casa de numero 2942 da Rua Engenheiro José Valter, no bairro Jardim Gonzaga onde reside Rafael.

As equipes da Força Tática e do Policiamento Ostensivo Geral, tendo a frente o supervisor de policiamento Tenente Oliveira,  foram acionadas para o endereço indicado vindo a  realizarem cerco ao imóvel. Os elementos ao perceberem a chegada da polícia, um deles ainda tentou fugir pelo muro dos fundos da residência, mas acabou preso.
Revólver calibre 38 e munições apreendidos durante a ação policial. Foto: Agência Caririceara.com
Revólver calibre 38 e munições apreendidos durante a ação policial. Foto: Agência Caririceara.com
Após a abordagem os policiais localizaram no chão do quintal um revolver calibre 38, e outras armas no interior da residência. Rafael Anacleto e Ruan ítalo juntamente com os itens apreendidos foram apresentados na Delegacia Regional de Polícia Civil de Juazeiro do Norte para adoção dos devidos procedimentos. Há informações de que o homicídio contra Marcos Alberto tenha sido  motivado por intriga entre facções criminosas que disputam  territórios de venda de drogas no bairro Triangulo.

O tenente Lindemberg comandante da Subagência de inteligência e da Força Tática do 2º BPM, disse a reportagem do Site Caririceara que crimes dessa natureza não serão admitidos, em Juazeiro do Norte. Ainda segundo oficial, a Polícia Militar dentro de sua competência não medirá esforços para reprimir ações criminosas, acrescentando que a PM conta com a ajuda da população denunciando atos criminosos. A Polícia Militar de Juazeiro do Norte vem demonstrando ações exitosas no intuito de combater a criminalidade em nossa região.
Postagem Anterior Próxima Postagem