Uma mulher de 39 anos, é acusada de ameaçar e agredir verbalmente cinco conselheiros tutelares na noite desse sábado, 22, em Várzea Alegre.


 

O caso correu por volta das 23h40, no ponto de apoio do Conselho, no Parque Cívico São Raimundo Nonato – Praça da Lagoa, quando os conselheiros em atuação observaram uma mulher embriagada, dançando e seus filhos sentados no chão cochilando.

Nesse momento uma outra mulher que também apresentou sinais de embriaguez e que estava ao lado da filha e do esposo, interviu na ação dos conselheiros com xingamentos, palavras de baixo calão e ameaçando agredir fisicamente um conselheiro.

A Polícia Militar foi acionada e a acusada foi conduzida para a delegacia de Polícia Civil. Em sua defesa a mulher disse que não estava com xingamentos e que já estava indo embora.

Disse ainda que ficou com raiva porque um dos conselheiros a empurrou, e que não ameaçou ninguém fisicamente. A mulher ainda alegou que havia dito aos conselheiros que tem coisas erradas que eles deveriam ir atrás, mas não vão.

Em contato com a reportagem, uma conselheira que sofreu violência, disse que em nenhum momento os profissionais agiram com falta de educação no procedimento. Os cinco conselheiros entraram com uma representação contra a mulher, onde ela responderá ao artigo 331, que tem como pena – detenção, de seis meses a dois anos, ou multa.


Várzea Alegre agora 
Postagem Anterior Próxima Postagem