Postagem em destaque

Deltan processa União para cobrar danos morais de Gilmar Mendes

Ceará é primeiro estado a lançar programa de valorização dos supervisores de residência em saúde



O Governo do Ceará entende que para levar um serviço de qualidade à população é necessário, antes de tudo, prestigiar os profissionais que fazem esse trabalho. Com esse intuito, o governador Camilo Santana lançou nesta terça-feira (3), na Escola de Saúde Pública do Ceará (ESP-CE), o Programa de Valorização da Supervisão de Residências em Saúde do Ceará, o primeiro no Brasil. Atualmente, o Estado conta com 155 supervisores divididos entre os programas de Residência Médica (Resmed) e de Residência Multiprofissional em Saúde (Resmulti) da ESP-CE.

Camilo Santana destacou que o Estado espera melhorar o grau de satisfação da população com os serviços prestados através desse trabalho de reconhecimento e valorização implementado hoje. “Estamos lançando um programa pioneiro no Brasil de valorização dos supervisores das residências de saúde. Temos residência médica e de multiprofissionais no Ceará e sempre há supervisores para acompanhá-las. Agora, vamos qualificar esses supervisores, interiorizar mais, estimular e incentivar com um único objetivo: ter cada vez mais profissionais qualificados para aquela demanda regionalizada ou aquela área de saúde específica”, disse.

Com caráter inovador, o projeto procura melhorar a sistematização e valorização dos trabalhos de supervisão. O governador enfatizou ainda que a metodologia aplicada para alcançar os objetivos traçados levará em conta os números apresentados. “A Escola de Saúde Pública tem a missão de coordenar esse trabalho do ponto de vista da inteligência, do acompanhamento dos indicadores, da qualidade e da formação. O grande resultado que queremos é que a população seja melhor atendida, cada vez mais qualificando o atendimento na saúde, no acolhimento, na humanização e no nível de profissionalização”, informou Camilo.

O programa integra as ações planejadas para compor a Plataforma de Modernização da Saúde no Ceará, lançada no último mês de agosto. Para o secretário da Saúde, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho (Dr. Cabeto), o resultado final do planejamento passa fundamentalmente pelas pessoas. “Desde o começo a gente tem dito que vamos trabalhar com foco no cidadão e para isso é preciso discutir e valorizar o processo de trabalho. Isso aqui é uma semente dentro do processo que acreditamos, que tem como fundamento básico o conhecimento como metodologia de transformação da realidade social. A saúde é um grande vetor de desenvolvimento social e nós entendemos que o trabalhador de saúde tem um papel fundamental nisso. Essa é a principal motivação de nós estarmos aqui”, enfatizou Dr. Cabeto.
A iniciativa do Programa de Valorização foi proposta pelo Centro de Residências em Saúde da ESP-CE e pela Secretaria da Saúde (Sesa). Marcelo Alcântara, superintendente da Escola de Saúde Pública, comenta suas expectativas com a ação. “O que a gente espera com esse programa é um impacto significativo na formação da força de trabalho do sistema de saúde. Primeiro lugar que é o reconhecimento e uma valorização do supervisor dos programas de residência. O programa visa essencialmente melhorar a formação do supervisor para o exercício da missão dele de formar os residentes. Ele vai ter uma capacitação docente. Vai ter uma chance de contribuir com trabalhos científicos na área de educação e saúde, e na própria área de especialidade dele, publicando em congressos e revistas. Além disso, há um fortalecimento da qualificação dos programas de residência em todo o Ceará na abrangência da Escola de Saúde e da Secretaria de Saúde”.
Ganho operacional e de serviço
Nos últimos quatro anos, o Governo do Ceará formou 1.149 médicos residentes em mais de 50 especialidades e que hoje estão atuando em 40 municípios cearenses. Neste mesmo período, outros 654 profissionais da saúde de profissões diferentes (Educação Física, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Odontologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional) se formaram no Programa de Residência Multiprofissional, trabalhando atualmente em 17 cidades do estado.
Alguns desses profissionais passaram pela supervisão do médico Norberto Frota, supervisor do programa de Neurologia do Hospital Geral de Fortaleza. Frota comemorou a chegada do programa e comentou o ganho que ele acredita que vai haver. “Esse era um trabalho feito de forma altruísta. Com esse programa eu passo a ter uma valorização do Estado, reconhecendo a importância e passando a dar um suporte na capacitação, tornando com que a atividade seja até mais científica. É um ponto de inflexão para melhorar a residência médica e de saúde no estado do Ceará”, pontuou o supervisor.
Ceará é primeiro estado a lançar programa de valorização dos supervisores de residência em saúde Ceará é primeiro estado a lançar programa de valorização dos supervisores de residência em saúde Reviewed by blogdoamauryalencar.blogspot.com.br on 19:11 Rating: 5

Random Posts

3/random/post-list